A Maldição dos Ossos

DRE1042_thumb

A Maldição dos Ossos

Há décadas atrás uma bela arqueóloga chamada Beatriz estava escavando e se perdeu.

Era um belo dia de primavera e estava procurando com seu grupo esculturas.

Ela andava e andava quando achou uma pedra muito bela e logo a pegou e a escondeu em sua bolsa. Quando chegou em casa escondeu em um antigo baú de seu avô João.

Beatriz viveu até seus 60 anos e nesse tempo teve uma filha que tinha desaparecido enquanto brincava no porão onde estava guardada a caixa com a pedra. Mas Beatriz nunca desistiu e deixou essa tarefa para seu irmão Joel assim que ela morreu. Mal sabia ele que logo após a morte de Beatriz a maldição passaria direto para ele.

Joel passou anos procurando por sua sobrinha, mas passou o tempo e nem sinal da criança. A maldição ia prejudicando-o cada vez mais com problemas de saúde, mas ele sempre muito destemido não desistiu.

Um dia, ele foi até o porão onde estava a pedra e onde sua sobrinha tinha sumido. Após achar a pedra mal sabia o que estava escondido lá. Depois de achar a pedra Joel não a largava mais. A pedra logo se quebrou, mas a maldição estava apenas começando e ele a deu a um amigo que se chamava Rian para conserta-la, mas a pedra era difícil de consertar. Mas ele conseguiu.

Mal sabia Joel que ele estava passando a maldição no mesmo dia.

Rian sofreu um acidente de carro e quando veio a notícia da morte de Rian a pedra logo apareceu na mesma caixa de antes no porão. O corpo de Rian foi enterrado, mas logo depois seu corpo foi roubado assim que anoiteceu.

No dia seguinte da morte de Rian, Joel encontrou uma velha paixão da infância, seu nome era Giovana.

Giovana tinha uma coisa muito parecida com Joel, pois tinha uma antiga pedra que poderia livrar Joel da maldição, já que a pedra de Joel ligada à pedra de Giovana livraria o dono de uma das pedras e o outro morreria.

Depois de algum tempo, Joel e Giovana começaram a namorar e riam sem saber que os dois estavam condenados a morte.

Após alguns anos, Giovana desapareceu no mesmo dia em que seu amigo morreu. Giovana tinha guardado a pedra, pois sabia que tinha uma grande importância. No dia seguinte de seu desaparecimento a pedra antiga foi se rachando, mas vivia sempre matando pessoas.

Cinco anos depois da morte de sua irmã, Joel já estava cansado de procurar sua sobrinha até que um dia encontrou uma menina que tinha sido abandonada pelos pais na porta de um orfanato que nunca DESISTIU de procura-los. Isso motivou Joel a continuar sua busca.

Joel, com medo de se decepcionar e com tristeza nos olhos, ele ganhou força para continuar a sua batalha. Joel investigou muito quando os seus pais morreram e Joel, muito triste e abalado com isso, não teve consolo com ninguém até que uma visita dos pais de Giovana, que apareceram em sua casa, foi interessante, pois eles ficaram conversando até que uma pergunta veio à tona.

– Então, antes de morrer seus pais o entregaram a pedra que achamos em nosso porão? E ele logo respondeu – “que osso!”

Triste com o desaparecimento da misteriosa pedra Joel foi até o lugar do acidente e logo achou milhares de pedras, mas nenhuma como a que os pais de Giovana disseram.

Com tristeza nos olhos de Joel viu a tristeza florescer e a ida ao porão trouxe várias lembranças. Ele resolveu se livrar da pedra, tentou de tudo, mas nunca conseguiu. Joel passou pelo cemitério onde Giovana estava enterrada e logo se lembrou da pedra e voltou ao ponto onde seus pais morreram.

Sem limites começou a procurar a pedra e logo viu um brilho. Uma bela pedra que guardava um poder: de quebrar a maldição e revela um grande segredo.
Assim que chegou em casa mal sabia ele que os corpos de todos os seus amigos e parentes mortos que tiveram contato com a pedra tinham sido roubados.

Joel, abalado, procurou a pedra de sua irmã Beatriz e quando a achou foi direto comparar as pedras. Assim que pegou a pedra de Giovana e de sua irmã e elas se encostaram um tremor aconteceu e as duas pedras se transformaram em baús que faziam uma ligação com as mortes.

Os baús tinham escritos os nomes e as datas das mortes de seus parentes e amigos e assim que Joel abriu a caixa os ossos de sua irmã, seu amigo e seus pais apareceram e apenas 3 palavras.

Sobrinha… próxima… porão.

Sem palavras largou os ossos em sua sala e foi à antiga casa de sua irmã que ao chegar lá a casa estava em chamas.

Assim ouviu um grito de uma garota falando apena uma coisa.

– A pedra, a pedra…

Desesperado foi correndo tentar ajudar, mas era tarde demais. Assim que os bombeiros apagaram o fogo ninguém estava na casa. Joel chegou em casa e o baú estava fechado e na porta escrito.

– Você é o próximo!

Com tristeza abriu o baú e lá estava sua sobrinha, quando, de repente, um zumbido dentro da casa aconteceu. Várias facas caíram no chão, ele correu para a porta e quando ela se fechou e conseguiu pedir ajuda já era tarde, pois lá estava uma bomba e quando ela explodiu levou com eles todos aqueles que foram mortos pela pedra dos ossos com a maldição dos ossos.

Onde hoje era a casa de Rian funciona o cemitério mais receitado pelos mortos e o menos requisitado pelos vivos, pois cada pessoa que é enterrada lá é morta também sua família e assim se encerra a vida no cemitério 10 mortes.

Isabel de Aquino Barbosa e Vinícius Braga Alves 6ª B

Anúncios

32 comentários em “A Maldição dos Ossos

  1. LUIZ disse:

    N TEM COMENTARIO FICO ESCLUIDA

  2. Podia virar uma série tamanha é a riqueza de informações e detalhes… Parabéns!!!

  3. Leticia Braga disse:

    Eu achei muuuuito bom o conto de terror, tem muitas informações, que nos outros contos não tem. Nem parece que foi feito por alunos da 6° série!!! Gostei

  4. Renan Meireles disse:

    Bom demais, esse tem que ganhar!

  5. anitta disse:

    gostei muito por mim vocês merecem nota 10 so por mim

  6. vinicius braga disse:

    otimo foi dificil concerteza fazer esse caonto

  7. giovana disse:

    Parabén
    s vinha vc é demais seu bochechudo

  8. giovana disse:

    Arrasou vini boa sorte
    Bjs de giovana

  9. Mirella Souza disse:

    Adoorei

  10. Roberto $ disse:

    Muito bom :))

  11. Carla disse:

    Esse conto é ótimo deve ganhar sim!

  12. Marcella Salvador disse:

    Ai deu até um arrepiio, terror msm, o melhor

  13. Raissa :)) disse:

    Muito medo, deve ganhar msm !

  14. Mariana disse:

    Nem parece que foi um aluno da 6° serie que fez. Parabens

  15. Laira Beatriz disse:

    Gostei

  16. vincius braga disse:

    professor todos os votos valem?

  17. Guilherme e bruno disse:

    Boom .

  18. isabela disse:

    gostei muito bom esse tem que ganhar HaHa

  19. bruna julianne disse:

    boa historia

  20. vitoria giovanna disse:

    bem legal

  21. katharina disse:

    arraso com asua estoria vinicius

  22. biiaziinha loca disse:

    gostei

  23. dalila disse:

    legal tinha que ganhar

  24. maria disse:

    Legal tem que ganhar

  25. Muito instigante e nos prende a atenção! Parabéns!

  26. Mariana disse:

    Nossa quem é essa gislaine? Parece ser uma ********

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s