Tudo começa com a fábula

355-648358-0-5-esopo-fabulas-completas

Quando a criança aprende a ler e a escrever as primeiras estórias contadas pela professora são as fábulas.

A ideia é simples: são contos rápidos, as ações acontecem num curto espaço e tempo e há ainda a participação de animais falantes explicando lições ao final de cada situação.

Ora, é por causa de Esopo que a maioria das fábulas que conhecemos hoje nos são transmitidas. Algumas tiveram-no como escritor, outras foram recolhidas por ele no folclore dos povos antigos da Grécia.

O fato é que as fábulas são muito importantes para a evolução moral e psicológica das crianças.

Por conta disso, a editora Cosac Naify apresenta esse “Esopo – Fábulas Completas”, composto por 383 fábulas atribuídas a Esopo traduzidas diretamente do grego por Maria Celeste C. Dezzotti, professora da Unesp, que propôs uma maneira completamente original de organizar a obra.

O processo consiste em utilizar como fontes a compilação que fora realizada pelo editor Émilie Chambry lá atrás – tida como referência – e acrescentar a do também editor Ben Perry, mais atual e completa que a anterior.

Desta maneira, somam-se 26 fábulas ao corpo de texto que é normalmente usado.

Outra novidade proposta pela tradutora é a disposição da moral, que vem separada da narrativa para deixar claro o seu caráter de argumentação. Nesse sentido ela se separa de uma dita conduta ou comportamento, como se convencionou atribuir às fábulas.

Além da parte editorial há também um trabalho gráfico e imagético do jovem artista Eduardo Berliner para também renovar a interpretação pictórica das fábulas, dispostas nesta edição em ordem alfabética, algo que salienta bem a evolução dos textos.

Ao incorporar a ideia de que os textos trazem animais metaforizando homens, Berliner misturou partes dos corpos de animais e de humanos, em situações tão irônicas e perturbadoras quanto as narradas no texto.

Os desenhos são todos em nanquim preto, dividindo espaços com as fábulas impressas em vermelho, dispostas cada uma em uma página, como se a proposta fosse oferecer ao leitor um texto por dia.

Portanto, esse é um trabalho, como podemos ver, de excelência para uma obra que merecia tal disposição. Esse conceito é reforçado pelo tamanho do livro, de proporções pequenas e confortáveis para a leitura.

Dessa forma, a experiência de quem lê o livro é de uma releitura das fábulas gregas e, ao mesmo tempo, uma referência acadêmica e uma ótima porta de entrada a conhecer a riqueza dessas personagens tão conhecidas do autor.

Anúncios

Um comentário em “Tudo começa com a fábula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s