Recomeço

Largada

Divago,
Divago, pois não tenho outro mundo a percorrer;
Divago, já que me encontro vago: no tempo, no espaço e no formato;
Divago, apesar de soterramentos momentâneos; apesar de opostos e acasos;
De ocasos e apostas;
Divago, pois divagar é preciso, se preciso for;
Divago da maneira e do modo como o sonho quiser;
De vago a devagar;
Divago e o coração volta a pulsar;
O propósito do poeta tem novo alento;
O lento começo deve desafogar;
Divago, por mais que pareça pródigo;
Prolixo, formal, desconexo, primordial;
Divago ao divagar…

Dhiancarlo Miranda

Anúncios

2 comentários em “Recomeço

  1. ACHO PESIA MUITO BOM E TEM UNS POETAS AQUI QUE EU NAU CONHECIA MUITO BOM MSM ! ADOREEEI

  2. gabi 9a achilles disse:

    Eu gosto de poesia eu adorei estas poesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s