Hoffman e Coutinho: Duas perdas irreparáveis

eduardo-coutinho-philip-seymour-hoffman-cinema-morte-150x150

Morreu neste domingo, no Rio de Janeiro, o diretor Eduardo Coutinho;

Morreu neste mesmo domingo, em Nova York, o ator Philip Seymor Hoffman;

Não me lembro de um dia como este em que a perda para o cinema é tão grande.

Hoffman e Coutinho eram artistas que gostavam de inventar e de se reinventar. Não se limitavam a um gênero ou a uma forma de atuar ou dirigir.

Coutinho fez filmes diferentes entre si e de tudo o que havia ao redor. “Cabra Marcado para Morrer”, “Edifício Master”, “Peões” e “Jogo de Cena” (um dos melhores filmes que já pude ter o prazer de assistir), mas também houve outras atividades em televisão, como o Globo Repórter em que inovou a maneira de realizar reportagens para a tela pequena.

Hoffman atuou em filmes blockbuster de Hollywood, casos de “Missão: Impossível 3”, “Quero ficar com Polly” ou “Quase Famosos”, mas também participou de projetos mais autorais e centrados basicamente em sua atuação, exemplos de “Capote” (pelo qual ganhou o Oscar) e “O Mestre” (no qual contracenou ao lado de Joaquim Phoenix).

Mesmo quando não era o centro das atenções da película Hoffman conseguia um lugar de destaque no filme. Em “Magnólia”, “Boogie Nights” e “Antes que o Diabo saiba que você está morto” o ator rouba a cena e se torna uma das razões para assistir a estes filmes.

As mortes dos dois artistas são trágicas (ao que tudo indica Hoffman morreu de overdose de heroína e Eduardo Coutinho parece ter sido assassinado pelo filho esquizofrênico), mas nada é pior do que a lacuna que eles deixarão.

No cinema documental e autoral do Brasil e do mundo Coutinho era um mestre.

Em Hollywood, poucos atores ousavam tanto quanto Hoffman.

Enormes perdas!

Anúncios

2 comentários em “Hoffman e Coutinho: Duas perdas irreparáveis

  1. Edvan Barros disse:

    02 grandes perdas Eduardo Coutinho com seus docs excepcionais e Hoffman um artista que assisti seus principais trabalho além dos trabalhos que você citou menciono Ninguém É Perfeito onde ele contracenou com Robert DeNiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s