“The Last of Us Remastered” dá mais vida ao clássico dos games

tlouremas
 
Dar um up para grandes sucessos com os seus relançamentos em versões remasterizadas tem sido uma tarefa usual de grandes estúdios.
 
Portanto, quando surgiu a notícia de que a Naughty Dog faria o mesmo para a Sony através do desenvolvimento de “The Last of Us” remasterizado não soou como uma grande novidade.
 
Por um lado, é uma maneira de deixar o mercado aquecido com ótimas vendas de jogos já conhecidos e que não precisam de muito esforço para serem oferecidos aos fãs. Por outro prisma, é o preenchimento do vazio que acontece por vezes enquanto alguns novos títulos ainda estão sendo desenvolvidos.
 
Essa edição do game remasterizada para o PlayStation 4  faz uma atualização habilidosa, em que os conteúdos e as evoluções gráficas têm cacife suficiente para atrair até mesmo quem já conhece de cor e salteado a história dos protagonistas Joel e Ellie.
 
O visual roda a 60 quadros por segundo, contra 30 da edição anterior e os movimentos dos personagens estão mais naturais. Daí os personagens acabam por ser percebidos com mais detalhes e os cenários se tornam mais imagéticos e intensos, além de possuir um carregamento mais rápido.
 
No que diz respeito à jogabilidade, essa versão remasterizada tem características próximas do game original, com nuances para que os botões do PS4 sejam possíveis de ser acionados.
 
Outro detalhe que surpreende é o uso do alto-falante do DualShock 4 que em alguns efeitos sonoros surte bastante efeito.
 
“Last of Us Remastered” também oferece uma quantidade interessante de bônus que ajuda o competidor bastante durante a ação.
 
Desde o início, também há, com o DLC Left Behind, um relato preciso sobre a história de Ellie, num passado antes de conhecer Joel e o making of do game serve de curiosidade para quem pode destinar um tempinho a mais para esses detalhes.
 
Além disso, a opção de comentário do diretor e dos principais dubladores, faz com que os mais aficionados pela produção da Sony se esbaldem.
 
Agora, se o gamer nunca jogou o título é uma ótima oportunidade para fazê-lo tendo em mãos tais melhorias do PS4 e conferir uma narrativa tão bem produzida e roteirizada que marcou época para a última geração dos consoles. Já pode ser considerado, inclusive, um clássico dos games.
 
A ação pós-apocalíptica nada mais é do que uma odisseia de dois companheiros num mundo devastado pelo fungo cordyceps.
 
Um desenvolvimento de script evolutivo que não cai apenas no senso comum de tiros e perseguição de novas metas.
 
Mesmo sendo produzido basicamente para fãs, “Last of Us Remastered”, como clássico que é, tem um trabalho respeitável por parte da desenvolvedora Naughty Dog para que a compra repetitiva.
 
 
Deste modo, os bônus e o DLC incluso no pacote fazem o comprador se empolgar. Um detalhe importante: “The Last of Us Remastered” é exclusivo do PlayStation 4.
 
Aviso: o trailer abaixo contém spoilers
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s