Filme sobre Kurt Cobain passará em várias cidades ao redor do país

 
Inicialmente a programação era de só passar o documentário intitulado “Kurt Cobain – Montage of Heck” do diretor Brett Morgen em São Paulo e Rio de Janeiro, mas o grupo Cinemark resolveu apostar em algo mais ousado para um filme deste gênero.
 
A ideia agora é de termos sessões em Brasília (Pier 21), Belo Horizonte (BH Shopping), Curitiba (Barigui), Porto Alegre (Barra Sul), Salvador (Cinemark Salvador) e Recife (Riomar), além de São Paulo (Cinemark Eldorado e Metrô Santa Cruz) e Rio de Janeiro (Botafogo e Downtown). Tudo isso acontece entre 18 e 22 de junho em horários ainda a serem confirmados.
 
No que diz respeito aos ingressos estes poderão ser adquiridos ainda em abril por meio do sistema de internet dos sites especializados assim que as sessões forem definidas. A própria página de divulgação do filme possui um link que terá disponibilidade para acessar tais procedimentos através da aba “book tickets”.
 
O documentário, como o mundo todo tem acompanhado, mostra de maneira autorizada a vida mais íntima do maior ídolo rocker dos anos 90 e um dos maiores artistas do estilo de todos os tempos.
 
A pretensão de Brett Morgen ao realizar a pesquisa para o filme era de desmitificar o herói que alterou muitos pontos da indústria musical de sua época com um trabalho voltado para o barulho e o uso constante de gritos e distorções de sua guitarra.
 
O filme percorreu alguns poucos festivais de cinema dos EUA e estreia amanhã em circuito restrito de salas daquele país e da Inglaterra.
 
No dia 04 de maio, a HBO de lá já mostra o filme para a tv e seu sistema de streaming via internet.
 
Quem viu o filme realça que há divagações sobre a infância de Cobain em Aberdeen e um percurso até a explosão impactante de sua banda Nirvana no cenário americano e mundial. Também é falado muito sobre a forma meticulosa como o autor da produção conduz a trama documental até chegar ao trágico fim do rock star em abril de 1994, culminando no seu suicídio.
 
Na película, aparece também o período em que a banda de Kurt viaja para shows inesquecíveis na Europa e a turnê bombástica da América do Sul em 1993 com as apresentações amalucadas tanto no Rio de Janeiro (Sambódromo) quanto em São Paulo (Morumbi).
A fita tem co-produção da própria filha de Cobain, Frances Bean Cobain, e ao que tudo indica, recebeu aprovação mesmo que restrita de Courtney Love, viúva do cantor e mãe de Frances.

Trailer do filme:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s