Igrejas ou Livrarias? Holanda prefere a segunda opção

Diretamente do Site Tech Guru:

A notícia não é tão nova assim (a matéria data de 2011), mas é sempre bom perceber como a cultura de um povo não tem a ver apenas com suas crenças, mas sim com sua capacidade de perceber o que é mais importante para a sociedade.

É o que acontece atualmente na Holanda, por exemplo, que por possuir uma população não muito afeita á religiosidade (cerca de 44% dos habitantes são ateus) tem preferido usar os espaços que antes eram destinados a templos e igrejas para que sejam instaladas igrejas, bares, casas de shows e até espaços culturais variados.

Na verdade, o que ocorre é que as próprias instituições religiosas não aguentam o fato de que seus locais estarem sempre vazios e acabam fechando as portas. Quem vem posteriormente aproveita o estilo diferente da arquitetura dos lugares para montar atividades ligadas às artes e à diversão.

Veja abaixo a matéria na íntegra do Site Tech Guru:

“O mundo atual chega e as coisas antigas vão ficando para trás. É o que ocorreu com igrejas e templos na Holanda, que se transformaram em pubs, cafés, livrarias e até casas de shows.

Essa transformação ocorreu porque as instituições religiosas não têm mais recursos para manter as construções e elas ficam cada vez mais vazias por lá. Afinal, a última pesquisa realizada no país indica que 44% da população são de ateus. Enquanto os católicos ocupam 28%; os protestantes, 19%; os muçulmanos, 5%, e os fiéis das demais religiões, 4% da população.

Vale lembrar também que nem todos os crentes, que ainda são maioria no país, não costumam frequentar igrejas, templos ou locais de culto para praticar seus respectivos dogmas, ao contrário do que acontece em outros países como a Índia, por exemplo.

Alguns desses locais ficaram realmente bonitos, como a livraria Selexyz, que foi construída na igreja de Maastricht. Além disso, uma igreja do século 19 de Amsterdã virou uma casa de shows de rock, pop e sons internacionais, o Paradiso, que conta até com atrações brasileiras, como o Seu Jorge.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s