Dois festivais para fazer inveja ao Brasil

 

Tudo bem. Vá lá!

Temos o Lollapalooza Brasil que cresce vertiginosamente ano após ano (neste ano, além dos astros rappers Snoop Dog e Eminem, temos Florence + the Machine, Noel Gallagher, entre outros), somos presenteados com o mimo de evento para poucos que é o Popload Festival, mas, infelizmente ficamos por aí mesmo.

Quando o negócio em pauta é festival de grande porte no Brasil não temos variedade nem qualidade suficiente para o tamanho do país e a quantidade de fãs de música pop-rock-indie por estes lados do Atlântico.

Nem mencionemos o Rock in Rio, pois nele estamos diante de um desfile de merchandising seguido por algumas atrações musicais aqui e ali.

Mas quando falamos dos eventos do período de verão europeu e americano a humilhação é muito devastadora.

Falamos semana passada sobre o line-up pesado do Primavera Sound (Espanha e Portugal), temos o Coachela, que todos os anos surpreende pela diversidade e tamanho, o Glastonbury logo logo chega com sua escalação e tantos outros anunciarão seus artistas ao longo dos próximos meses. Até mesmo as atividades voltadas ao metal são preciosas, como se constata em exemplos como o Wacken Open Air (Alemanha) e HellFest (França).

Porém , até eventos menores conseguem se movimentar para ter em seus dias de acontecimento gente do mais alto calibre. São os casos do NOS Alive em Lisboa, Portugal e do BBK Live em Bilbao, Espanha.

O mais engraçado é que ambos os festivais acontecem entre os dias 7 e 9 de julho de 2016 e algumas das bandas se revesam entre as duas atrações.

São os casos de Arcade Fire (que conseguiram tirar das férias merecidas), a sensacional Courtney Barnett, o melódico Father John Misty, os veteranos do Pixies, o competente Foals e a revelação Wolf Alice.

Entretanto, há outros artistas que puxam a fila de imperdíveis atrações para serem vistas em cada um dos lugares.

Em Lisboa você aproveita para ver o Radiohead (que lança coisa nova neste ano), pode dançar ao som do The Chemical Brothers e viajar com a música do novo Tame Impala. Ainda assim há muitas outras coisas legais para serem vistas como se pode constatar no flyer oficial do evento.

 

260116_arcadefire_portugal

 

No que diz respeito aos shows de Bilbao a empolgação pode ser fornecida pela apresentação do New Order (que lançou ótimo álbum em 2015), pela música solar do Hot Chip ou de atrações do próprio país como Hola a Todo El Mundo ou se descabelar com a energia do M83. O line-up completo está aqui embaixo.

260116_arcadefire_bilbao

Para dar mais uma invejinha que tal um pouco de cada uma das principais bandas ao vivo para querer cortar os pulsos?


Radiohead – Creep – From “The Astoria London Live” DVD


Arcade Fire – Wake Up – Reading Festival 2010


Courtney Barnett – Full Perfomance (Live on KEXP)


Enquanto isso, para não ficarmos apenas no olho grande já é hora de começarmos a nos preparar para o Lolla deste ano. Logo mais, nos próximos dias já iniciaremos uma série de posts com maiores informações sobre os participantes desta edição. Até lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s