Só faltou ele mesmo: o dia em que Lorde cantou na banda de Bowie

Não há o que salve uma premiação musical nos dias atuais?

Pois coloque uma boa apresentação no meio daquele marasmo todo que a coisa toda não se perde. Melhor ainda se for um crossover de bandas ou um tributo inesperado.

No caso aqui até era de se esperar, já que desde o fatídico dia em que Bowie nos deixou pululam pela rede manifestações das mais interessantes e sinceras possíveis.

Mas se ainda mora em nossos corações aquela espontânea New Orleans Parade realizada pelo Arcade Fire como a melhor de todas até agora a acontecida no Brit Awards com participação da Neozelandesa Lorde chega bem perto.

Porém, ela tinha uma vantagem: seu show-tributo no palco do O2 Arena de Londres tinha como banda de apoio simplesmente a mesma usada ultimamente pelo mito britânico.

Já se sabia há alguns dias que muitos artistas estavam se reunindo para fazer algo por Bowie, mas não se fazia ideia do tamanho do evento. Desde quando Lady Gaga fez aquele pot-pourri semanas atrás e separou a rede mundial de computadores em defensores e detratores da mulher se acreditava que algo menos sofisticado seria mais adequado para homenagear o falecido cantor.

Então foi isso mesmo que aconteceu: a menina Lorde se apossou dos microfones e junto com a banda dele fez um tributo incrível em que o menos definitivamente pareceu ser mais.

Tudo começou com um discurso avassalador (de tão bonito) de Annie Lennox, a apresentação emocional de Gary Oldman, um sampler cheio de referências à discografia do inglês tocado pelos sintetizadores e instrumentos de seu grupo e um término eficaz, moderado, potente e lindo através da voz da cantora que não é mais promessa com a clássica “Life on Mars?”.

Percebe-se que o baque ainda é profundo em artistas mais próximos de David Bowie, mas é totalmente compreensível. Se para nós, reles mortais a notícia ainda parece fictícia imagine para quem conviveu proximamente dele.

Fique, abaixo, com alguns momentos da ótima apresentação de ontem que teve no restante da premiação (só um detalhe) a consagração de Adele com seu disco lançado ano passado:

 

Anúncios

Um comentário em “Só faltou ele mesmo: o dia em que Lorde cantou na banda de Bowie

  1. Concordo em número, gênero e grau com essa postagem.

    visite e siga se puder o meu blog
    http://quaseumjornalista.wordpress.com

    já ganhaste um seguidor aqui, adorei a proposta do blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s