Descoberta do dia: Tea Cozies

 

A página da internet Bandcamp é conhecida por dar uma força para o universo do rock indie americano e quando alguma coisa aparece por lá pode ir que é de qualidade.

Foi lá que o blog achou pérolas como The Ghost Ease e a belezura Deep Sea Diver.

Por causa disso, de vez em quando uma garimpada por lá pode render boas pepitas de ouro musical.

Portanto, quando vi a menção no site “O Tea Cozies são quatro: duas meninas e dois meninos da cidade chuvosa de Seattle. Repleto de garage rock e indie britânico, a banda tem influência de bandas guitar pop-driven como Elastica e Pixies” não pude deixar de notar.

Pois bem, a banda é bem isso mesmo: quatro pessoas preocupadas em fazer retornar os anos 90, época que tanta coisa boa nos deu.

Com um nome derivado do utensilo de crochê projetado para manter uma panela quente por muito tempo há de se prestar atenção em sua parte sonora que varia entre o peso das guitarras e a calmaria de uma cozinha bem engajada.

Eles se lançaram na carreira ainda em 2007, mas só foi ter nota mínima nas revistas especializadas a partir do ano seguinte. A banda chegou a ser citada no Venus Zine, mas a curiosidade era mais para o nome estranho do que para a qualidade musical deles.

Os membros fundadores Jessi Reed e Brady Harvey se conheceram ainda na escola quando decidiram fazer covers ali e aqui no estado do Colorado.

Quando Reed se muda para Seattle em 2004 ela percebe que a efervescência local podia lhe capacitar tanto na melhoria de sua técnica quanto na possibilidade de encontrar um projeto mais agudo.

Era disso que a dupla de amigas precisava para impulsionar seu sonho de formar uma banda e com a inclusão de Garret Croxon na bateria o trio começa a aparecer na cena local.

Após algum tempo incluem Jeff Anderson e passam a se chamar Tea Cozies.

O EP com o nome da banda sai e ganha uma força por causa da ida à prestigiosa rádio KEXP, mas demora ainda para somente em 05 de maio de 2009 eles lançarem seu álbum de estreia, “Hot Probs”, produzido por Erik Blood da banda The Turn Nos.

Pronto! Já faziam parte de uma das cidades mais musicais daquele país e começam a fazer shows ao redor dos EUA.

Ainda assim, sua fama não ultrapassa as college rádios, o que não decepciona seus integrantes, pois isso lhes dá certa liberdade para criar cada vez mais.

Não há muita informação atual da banda, o que leva a crer que não estejam mais na ativa, mas mesmo tendo lançado apenas um LP sua vida fonográfica não ficou apenas nisso, pois em 2007 participaram do Nzumbe, trilha bizarra de um filme B, e ainda tiveram singles produzidos em 2010, um EP de 2012, intitulado Bang Up é mais algumas coisas em 2014.

A última aparição deles na principal rádio de Seattle foi há dois anos, portanto pode ser que estejam se preparando para algum lançamento novo ou realmente sumiram do mapa.

O que não pode deixar de acontecer é provar das músicas meio psicodélicas meio shoe gaze que eles fazem, pois parece um meio de fazer som que ficou perdido naquela década movida por Nirvana e outros ícones da mesma cidade.

Vale a pena dar uma conferida e perceber que o que chamamos de Cena Grunge dos anos 90 foi um meio de juntar vários ritmos diferentes num nome só, pois muita coisa bagunçada dos anos 70 estava ali, o hard rock também e até o folk de muito longe foi adicionado por aquela galera fantástica que ainda hoje é homenageada pelo Tea Cozies.


 

Discografia

Tea Cozies (EP, 2007 on As Seen On Records)

O Holy Christ (Christmas EP, 2007)

Nzumbe (film score, 2007)

Pretty Pages (single, 2008)

Hot Probs (LP, 2009 on So Hard Records)

Dead Man’s Sister (single, 2010)

Cosmic Osmo (single, 2010)

Bang Up (EP, 2012)


Tea Cozies – Live on KEXP FM (Seattle)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s