O que está por trás da classificação de 18 anos para “Aquarius”?

Resultado de imagem para aquarius filme

O que uma simples classificação etária de um filme brasileiro tem a ver com perseguição política?

A pergunta que parece meio sentido para quem não está a par da situação do filme “Aquarius” de Kléber Mendonça Filho, pode ser melhor respondida quando nos aprofundamos no processo de fritura pelo qual o longa estrelado por Sônia Braga desde quando houve uma postura contra o golpe Impeachment em Dilma Rousseff ao final do festival de Cannes ainda neste ano.

As reações no Ministério da Cultura recém empossado pelo presidente interino Michel Temer não foram das melhores contra os artistas participantes do ato durante o lançamento do filme naquele momento e algumas outras coisas têm acontecido desde então que vão na contramão do sucesso que a produção tem conseguido por público dos festivais e crítica especializada internacional.

Tudo começou a ficar mais pesado quando incluíram a faixa etária de 18 anos para classificação mínima permitida nos cinemas brasileiros e pelo convite do crítico de cinema Marcus Petrucelli para integrar o juri que irá escolher o filme representante do país no Oscar do ano que vem.

Para entender melhor: na primeira questão, a da idade, essa classificação atrapalha muito a visualização do longa pelo grande público para que ele possa entrar em circuito comercial por aqui e até mesmo lá fora e de acordo com os produtores a tal censura é descabida já que outros filmes concorrentes à menção do Oscar teriam cenas que seriam mais condizentes com tais práticas censoras.

Na segunda situação, cabe a explicação de que Petrucelli tem sido um dos mais árduos detratores da ação feita pelos artistas do filme durante Cannes e que desde então tece comentários negativos aos realizadores do longa pela conduta que tiveram naquele momento tendo inclusive misturado as coisas na hora de criticar o desempenho estético da película.

Dessa maneira, nas últimas horas, outros concorrentes ao título de representante do Brasil no Oscar tem se solidarizado a “Aquarius” e estão retirando suas candidaturas: são os casos de “Mãe só há uma” de Anna Muylaert e “Boi Neon” de Gabriel Mascaro.

Os diretores saíram em defesa do colega Kleber Mendonça Filho, pois acreditam que Mendonça saiu prejudicado dessas últimas decisões do Audiovisual do Ministério da Cultura.

“A gente não vai participar porque acha que o ano é do Aquarius, então não tem por quê. É o mais cotado, pelo seu histórico em Cannes. Creio que Kleber esteja sofrendo perseguições sutis. Colocam na comissão alguém que o odeia e diz isso em público, então é algo aparentemente tendencioso. E agora vem essa indicação de 18 anos. São pequenas retaliações”, disse Anna à Agência Estado na tarde desta quarta-feira, 24.

Mascaro divulgou uma nota em que questiona a capacidade da comissão de fazer um julgamento imparcial: “É lamentável que o Ministério da Cultura, por meio da Secretaria do Audiovisual, endosse na comissão de seleção um membro que se comportou de forma irresponsável e pouco profissional ao fazer declarações, sem apresentação de provas, contra a equipe do filme ‘Aquarius’, após o seu protesto no tapete vermelho de Cannes. ‘Aquarius’ foi o único filme latino-americano na competição oficial de Cannes, tendo sido aclamado pela crítica internacional. Diante da gravidade da situação e contrários à criação de precedentes desta ordem, registramos nosso desconforto em participar de um processo seletivo de imparcialidade questionável”.

Mesmo com toda essa polêmica o filme prossegue tendo data de estreia definida para dia 01/09, próxima quinta-feira, em todo o Brasil.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s