Diversidade na lista da Rolling Stone

Resultado de imagem para rolling stone top 50 2016

Mais lista de melhores do ano, mais diversidade nos nomes e na balança entre novos e antigos representantes da música mundial.

Como sempre, a revista americana não se concentra apenas no rock, mas é das mais pop que há. Dessa forma, ela não se parecerá muito com outras que virão por aí.

Há tristeza e emoção com a inclusão de David Bowie e Leonard Cohen, tem coisa bacana com Bon Iver, Nick Cave e Parquet Courts e um monte de outros artistas que estão dando o que falar por aí.

Fique abaixo, com o top 50 completo da Rolling Stone, num ranking que tem de tudo um pouco entre os melhores álbuns desses últimos 12 meses:

 

1. Beyoncé, Lemonade
2. David Bowie, Blackstar
3. Chance The Rapper, Coloring Book
4. Car Seat Headrest, Teens Of Denial
5. Frank Ocean, Blonde
6. Radiohead, A Moon Shaped Pool
7. The Rolling Stones, Blue & Lonesome
8. Kanye West, The Life Of Pablo
9. Leonard Cohen, You Want It Darker
10. Young Thug, Jeffery
11. Solange, A Seat At The Table
12. Paul Simon, Stranger To Stranger
13. Maren Morris, Hero
14. Green Day, Revolution Radio
15. Lvl Up, Return To Love
16. Miranda Lambert, The Weight Of These Wings
17. Parquet Courts, Human Performance
18. The 1975, I Like It When You Sleep, For You Are So Beautiful Yet So Unaware Of It
19. Danny Brown, Atrocity Exhibition
20. Nick Cave & The Bad Seeds, Skeleton Tree
21. Margo Price, Midwest Farmer’s Daughter
22. Bon Iver, 22, A Million
23. Mitski, Puberty 2
24. Drive-By Truckers, American Band
25. Rihanna, Anti
26. Sturgill Simpson, A Sailor’s Guide To Earth
27. Brandy Clark, Big Day In A Small Town
28. Blood Orange, Freetown Sound
29. Mudcrutch, Mudcrutch 2
30. A Tribe Called Quest, We Got It From Here… Thank You 4 Your Service
31. White Lung, Paradise
32. Alicia Keys, Here
33. Sting, 57th & 9th
34. Angel Olsen, My Woman
35. ANOHNI, Hopelessness
36. Metallica, Hardwired… To Self-Destruct
37. Bonnie Raitt, Dig In Deep
38. Tove Lo, Lady Wood
39. Elton John, Wonderful Crazy Night
40. Maxwell, blackSUMMERS’night
41. Wilco, Schmilco
42. Drake, Views
43. Future, Evol
44. The Monkees, Good Times!
45. Iggy Pop, Post Pop Depression
46. Norah Jones, Day Breaks
47. Kyle Dixon & Michael Stein, Stranger Things Volume One & Two
48. Esperanza Spalding, Emily’s D+Evolution
49. Dawes, We’re All Gonna Die
50. Death Grips, Bottomless Pit

 


 

Norah Jones – Day Breaks live at KCRW Radio

 


 

Metallica – Spit Out the Bone

 

 


 

Bon Iver – 8 (circle)

 

 


 

The Rolling Stones – Hate To See You Go

 

 


 

Beyoncè – Sorry

 

 


 

NME inaugura temporada de listas do ano

Resultado de imagem para nme top 50

 

Neste ano a explosão de listas de melhores do ano começou cedo. Não é nem a última semana de Novembro e já temos a primeira dentre as grandes publicações mundiais.

Quem tem a oportunidade de puxar vários holofotes para si com essa possibilidade é a NME (New Musical Express) que nem mais é revista impressa, tendo sua tiragem apenas via internet.

o Top 50 tem vários ponto positivos, muitos nomes do mainstream no meio, uma galera que pode ser contestada aqui e ali e bastante coisa a ser considerada já que não é uma lista apenas do rock sendo melhor chamar de parada pop.

Abaixo veremos David Bowie, Iggy Pop e Nick Cave conviverem com Kanye West, Frank Ocean e Lady Gaga e novatos como The 1975 e Bastille estarem lado a lado com Bon Iver e Green Day. E que venham as próximas para falarmos bem ou mal, mas que venham!

 


 

Top 50 da NME (Álbuns)

50. Bon Iver – ’22 A Million’
49. Public Access TV – ‘Never Enough’
47. Wild Beasts – ‘Boy King’
46. Savages – ‘Adore Life’ (foto)

Resultado de imagem para savages adore life

45. Car Seat Headrest – ‘Teens Of Denial’
44. The Lemon Twigs – ‘Do Hollywood’
43. Anohni – ‘Hopelessness’
42. Whitney – ‘Light Upon The Lake’
41. Solange – ‘A Seat At The Table
40. Rihanna – ‘Anti’
39. Green Day – ‘Revolution Radio’
38. Slaves – ‘Take Control’
37. Soft Hair – ‘Soft Hair’
36. Swet Shop Boys – ‘Cashmere’
35. Glass Animals – ‘How To Be A Human Being’
34. Let’s Eat Grandma – ‘I, Gemini’
33. Margo Price – ‘Midwest Farmers Daughter’
32. Kings Of Leon – ‘Walls’
31. Bastille – ‘Wild World’
30. Nao – ‘For All We Know’
29. Kate Tempest – ‘Let Them Eat Chaos’
28. Goat – ‘Requiem’
27. Giggs – ‘Landlord’
26. Biffy Clyro – ‘Ellipsis’
25. Blossoms – ‘Blossoms’
24. Nick Cave And The Bad Seeds – ‘Skeleton Tree’ (foto)

Resultado de imagem para nick cave skeleton tree

23. Michael Kiwanuka – ‘Love And Hate’
22. Radiohead – ‘A Moon-shaped-pool’
21. Anderson. Paak – ‘Malibu’
20. Lady Gaga – ‘Joanne’
19. White – ‘Lung Paradise’
18. Tegan And Sara – ‘Love You To Death’
17. Drake – ‘Views’
16. Danny Brown – ‘Atrocity Exhibition’
15. Kano – ‘Made In The Manor’
14. Jamie T – ‘Trick’
13. Angel Olsen – ‘My Woman’ (foto)

Resultado de imagem para angel olsen my woman

12. Sunflower Bean – ‘Human Ceremony’
11. Beyonce – ‘Lemonade’
10. Frank Ocean – ‘Blond’
9. Chance The Rapper – ‘Coloring Book’
8. Iggy Pop – ‘Post Pop Depression’
7. Diiv – ‘Is The Is Are’
6. David Bowie – ‘Backstair’
5. Kaytranada – ‘99.9%’
4. Skepta – ‘Konnichiwa’
3. Christine And The Queens – ‘Chaleur Humaine’
2. Kanye West – ‘The Life Of Pablo’
1. The 1975 – ‘I Like It When You Sleep For You Are So (foto)

Resultado de imagem para The 1975 – ‘I Like It When You Sleep For You Are So

 

 

 

 

 

 


 

Green Day: assista na íntegra a apresentação da banda no AMA com direito a protesto anti-Trump

Resultado de imagem para green day AMA

No último dia 20/11 ocorreu uma das principais premiações do ano nos EUA, o AMA (America Music Awards) e muitas foram as apresentações especiais durante o evento.

Dentre eles uma chamou bastante à atenção: o Green Day está lançando disco novo, “Revolution Radio”, e nada mais natural que um grupo do quilate dos americanos seja chamado para mostrar o mais recente trabalho em cadeia nacional.

O que os produtores não esperavam (ou será que estavam cientes?) é que a banda de Billie Joe Armstrong tivesse um comportamento de protesto durante seu show.

Durante a música Bang Bang, o grupo bradou em coro a frase “No Trump, No KKK, No Fascist USA” (numa referência ao clássico “Born to Die” do MDC), algo que os organizadores do programa exibido pelo canal ABC juram não ter visto durante os ensaios.

Por outro lado, não há como dizer que o tal ato é de todo surpreendente já que o Green Day milita na defesa por um país mais voltado às questões igualitárias desde sempre e seria normal que sua atividade musical fosse influenciada pela eleição de um candidato da direita conservadora com tantas propostas anti-sociais.

De qualquer forma, o resultado ficou bacana e foi ovacionado pela plateia. Veja abaixo:

 

 

Metallica: lançamento de novo disco vem acompanhado de 10 videoclipes. Veja aqui!

Resultado de imagem para metallica

 

E o Metallica parece que saiu da zona de conforto.

Depois de tantos anos recorrendo apenas à fama com turnê atrás de turnê sem lançamentos novos de estúdio, a banda californiana chega nesta sexta-feira ao 10º álbum da carreira.

O disco se chama “Hardwired… To self-destruct” e vem acompanhado de uma divulgação, no mínimo peculiar para um grupo do tamanho deles: junto à première de estreia do disco estão sendo disponibilizados 10 videoclipes.

Essa nova empreitada dos caras sai oito anos após “Death Magnetic” (2008) e parece que chega com bastante fôlego até mesmo pelo tamanho: será um disco duplo de 80 minutos e 12 faixas.

Na forma deluxe do disco haverá mais 15 faixas-extras dentre homenagens e versões ao vivo das canções do álbum, além de “Lords of Summer”, faixa já conhecida desde o ano passado.

Para a função de produtor foi escalado Greg Fieldman, profissional que já  trabalhou com Slipknot, Slayer e com o mesmo Metallica na vergonha alheia “Lulu”, maluquice feita em parceria com Lou Reed (que até hoje ninguém sabe o motivo pelo fato do falecido cantor ter inventado essa barca furada).

Além de toda a celeuma em torno do lançamento há também a inclusão do capítulo 1 do documentário “Metallica: The early years” na plataforma de streaming Spotify que está sendo mostrado para o público desde ontem.

Quanto aos 10 vídeos, são as seguintes canções contempladas para a atividade audiovisual: “Dream no more”, “Confusion”, “ManUNkind”, “Now that we’re dead”, “Here comes revenge”, “Am I savage?”, “Halo on fire”, “Murder one”, “Spit out the boné” e “Lords of summer”.

Por outro lado, abanda deixou o lado carrancudo de ladopara participar de um quadro interessante do programa de Jimmy Fallon. Fizeram junto com o apresentador uma versão de “Enter Sandman”  apenas com instrumentos de brinquedo. A performance ficou bem legal. Veja abaixo:

Nos próximos meses o Metallica voltará ao Brasil para capitanear o festival Lollapalooza Brasil 2017 que acontecerá em Março.

Os ingresso continuam a ser vendidos por valores que vão de 540 reais a 920 reais. Informações com o site ticketsforfun.com.br.


Veja agora os 10 videoclipes que a banda disponibilizou via You Tube.

Dream No More

 


Confusion

 


ManUNkind 

 


 

Now That We’re Dead

 


 

Here comes revenge

 


 

Am I savage?

 


 

Halo on fire

 


 

Murder one

 


 

Spit out the bone

 


 

Lords of summer

 


Metallica – Hirdwired… To Self-Destruct (Tracklist)

Resultado de imagem para Hardwired... to self destruct

1 – “Hardwired”

2 – “Atlas, Rise!”

3 – “Now That We’re Dead”

4 – “Moth Into Flame”

5 – “Dream No More”

6 – “Halo On Fire”

7 – “Confusion”

8 – “ManUNkind”

9 – “Here Comes Revenge”

10 – “Am I Savage?”

11 – “Murder One”

12 – “Spit Out The Bone”


A volta do Jesus and Mary Chain ao trabalho de estúdio

 

Resultado de imagem para jesus and mary chain

 

São só 19 anos que separam o último álbum, “Munki” (1998) para esta notícia de primeira mão.

Pois eis que o Jesus and Mary Chain, banda símbolo da cena alternativa mundial dos anos 80, anuncia agora seu retorno aos estúdios.

Se lá atrás eles não caminhavam sozinhos nas veredas das guitarras distorcidas (o americano Sonic Youth e o Stone Roses eram outros representantes da cena psicodélica do indie rock global) o medo é que hoje possam se mostrar um pouco descolados em meio ao marasmo da música underground.

Mas não criem pânico, pois Alan McGee, o dono da Creation Records, selo onde figuraram Primal Scream, Oasis e o próprio J.A.M.C., foi quem deu a notícia da volta dos escoceses e isso pode significar parceria de qualidade para eles e para nós.

A informação foi dada por ele durante uma entrevista ao site da CBC canadense complementando que o grupo, inclusive já teria gravado o material completo do disco novo e só faltam alguns ajustes para a assinatura de contrato com a Warner.

O grupo voltou aos palcos num show especial no Coachella 2007 e desde lá vem fazendo shows esporádicos com o repertório antigo. A informação de  McGee é que o disco (sem título ainda) chegue ao mercado no mês de março de 2017.

Fiquem com uma das antigas para matar a saudade enquanto o material novo não chega:

 

 

 


 

É hoje! Dobradinha de boa música na Audio

Resultado de imagem para popload gig 46

 

Para quem está na molhada São Paulo nesta quarta-feira a ótima do dia é assistir aos shows de Courtney Barnett e Edward Sharpe and the Magnetic Zeros na Audio, casa localizada na Barra Funda.

Enquanto a moça australiana vem de grande repercussão em torno do primeiro disco “Sometimes I Sit and Think and Sometimes and Just Sit” (2015) e uma turnê gigante em todos os continentes a segunda banda já possui carreira sólida por ter percorrido terrenos mais áridos através dos tempos dos quatro primeiros LPs, o último tendo sido lançado agora mesmo em 2016.

O evento faz parte das já famosas Popload Gig, atividade promovida pelo jornalista Lúcio Ribeiro, que chega a sua edição número 46.

Ainda há ingressos e eles podem ser adquiridos pelo site ticketload.com.br ou entre em contato com a produção do festival no site http://www.poploadgig.com.

Ontem foi dia também de atividade da Popload. O grupo Air passou pela mesma Audio para comemorar ser vinte anos e os dez anos da atividade musical paulistana.

 

Portanto, se perdeu a de ontem não faça essa desfeita consigo mesmo e vá hoje prestigiar este evento. Bom show!

 


 

 

Courtney Barnett – Elevator Operator

 

 


 

 

Edward Sharpe & The Magnetic Zeros – No Love Like Yours