Você precisa assistir Westworld!

Resultado de imagem para westworld

 

Não, não irei realizar uma crítica ou resenha mais bem embasada na série, pois já li outras muito mais interessantes e tudo foi falado sobre as qualidades da produção da HBO.

A questão aqui é de necessidade pelo fato de que, se não atender ao meu pedido, você corre o risco de ficar sem assunto pelos próximos 5 anos com seus amigos mais afeitos ao mundo geek/nerd.

E digo isso pelo fato de ter demorado um pouco para entrar no bonde do Game of Thrones anos atrás e isso me custou um monte de tempo para poder me atualizar ao universo de Westeros. No caso do universo das Crônicas de Gelo e Fogo do sr George R.R. Martin ainda tem a questão dos livros (que são calhamaços absurdos de grandes) que me tomaram mais tempo ainda. Obviamente que depois de conhecer tudo o deleite valeu a pena, mas não custa repetir a dose enquanto é cedo. Quem avisa…

Westworld também é uma adaptação, mas dessa vez baseada num filme de 1973, com assinatura de Michael Crichton (que viria a ficar realmente conhecido por conta dos seus dinossauros de Jurassic Park).

O louco da coisa é que a mega-produção teve todos os indícios de não dar certo. Várias e várias vezes foi atrasada no seu cronograma, em alguns momentos teve problemas de filmagem, o orçamento teve de ser alterado por diversos momentos e o elenco estrelado podia não ter dado a mínima para tais esforços e ter chutado tudo para o alto.

O time de produtores ajudou a isso não acontecer já que, além do próprio Crichton, há também a dupla Jonathan Nolan e Lisa Joy e o midas do cinema atual J.J. Abrams.

Isso provavelmente deu a sustentação e credibilidade necessárias para que o canal americano acreditasse na ideia de que poderíamos ter um sucessor à altura de Game of Thrones mesmo antes desta acabar.

Resultado de imagem para westworld

Foto de James Marsden (Teddy) e Evan Rachel Wood (Dolores)

Dessa maneira, a campanha publicitária serviu num primeiro momento, mas como qualquer coisa poderia perder a força no momento em que o público verificasse que não se tratava de albo bom de fato.

Pois bem, após um episódio 1 que teve recorde de audiência naquele horário para uma estreia, os subsequentes também mantiveram a média qualitativa e o telespectador foi junto. Não só isso, mas aconteceu algo que não é comum: houve inclusive aumento!

A premissa que vaga entre o faroeste tão amado pelos norte-americanos e a ficção científica cheia de críticas que faz dar nó na cabeça teve também pitacos de filosofia, questões relacionadas à religião, fé e limites da ciência. Tudo isso misturado num poço de hedonismo e violência que quer retratar não a sociedade futura, mas essa mesma que está por aqui no presente.

Portanto, vale a pena repetir: aproveite que os dez primeiros capítulos estão disponíveis no HBO GO e faça ma maratona. Não será cansativo e os três últimos episódios são realmente de tirar o fôlego. E depois é ficar batendo a cabeça na parede, pois a nova temporada só virá em 2018.

PS – Ah, e é incrível como o roteiro cheio de subtramas e reviravoltas tem ajuda pesada das maravilhosas atuações dos atores e atrizes!


 


 

A listinha da American Songwriter está ótima. Dá um ligo só!

Resultado de imagem para american songwriter top 50

 

Tem Frank Ocean e Kannye West como toda e qualquer outra lista também tem, vemos as meninas do Warpaint e do Savages aparecendo, mas temos a grata surpresa dos saudosos Bowie e Cohen aparecendo entre os dez primeiros.

A lista da American Songwriter é bem mais indie e mais afeita aos gostos do blog.

É legal também ver que caras como Paul Simon surgem ainda em boa forma e bandas bacanas como o Twin Peaks e o Bon Iver parecem ter fôlego para atuar nos melhores do ano por considerável tempo.

O top três tem Margo Price, Michael Kiwanuka e a graça de voz da Angel Olsen. Bom, sem mais delongas, vamos à lista!

 

American Songwriter – Top 50 Albuns

1. Angel Olsen – MY WOMAN
2. Michael Kiwanuka – Love & Hate
3. Margo Price – Midwest Farmer’s Daughter
4. Sturgill Simpson – A Sailor’s Guide to Earth
5. case/lang/veirs – case/lang/veirs
6. David Bowie – Blackstar
7. Drive-By Truckers – American Band
8. Leonard Cohen – You Want It Darker
9. A Tribe Called Quest – We got it from Here… Thank You 4 Your service
10. Dori Freeman – Dori Freeman
11. Parker Millsap – The Very Last Day
12. Chance the Rapper – Coloring Book
13. Mudcrutch – 2
14. Bon Iver – 22, A Million
15. Lucinda Williams – The Ghosts Of Highway 20
16. William Bell – This Is Where I Live
17. Hayes Carll – Lovers And Leavers
18. Aaron Lee Tasjan – Silver Tears
19. Mitski – Puberty 2
20. Paul Simon – Stranger to Stranger
21. Brandy Clark – Big Day in a Small Town
22. Robert Ellis – Robert Ellis
23. Beyoncé – Lemonade
24. Hiss Golden Messenger – Heart Like a Levee
25. Bonnie Raitt – Dig In Deep
26. Lydia Loveless – Real
27. Dawes – We’re All Gonna Die
28. Miranda Lambert – The Weight of These Wings
29. Brian Fallon – Painkillers
30. Against Me! – Shape Shift With Me
31. Lambchop – FLOTUS
32. Kelsey Waldon – I’ve Got A Way
33. Cass McCombs – Mangy Love
34. Savages – Adore Life
35. Radiohead – A Moon Shaped Pool
36. Car Seat Headrest – Teens of Denial
37. Hamilton Leithauser + Rostam – I Had A Dream That You Were Mine
38. Courtney Marie Andrews – Honest Life
39. Warpaint – Heads Up
40. Maren Morris – Hero
41. Lera Lynn – Resistor
42. Conor Oberst – Ruminations
43. Amanda Shires – My Piece Of Land
44. Pinegrove – Cardinal
45. Frank Ocean – Blonde
46. Felice Brothers – Life in the Dark
47. Margaret Glaspy – Emotions and Math
48. Brothers Osborne – Pawn Shop
49. Kanye West – The Life of Pablo
50. Twin Peaks – Down In Heaven

 


 

 

Conheça o Smokey Brights e sua sonoridade incrível

Resultado de imagem para smokey brights

Os caras (e a mina) já estão vagando pela gelada Seattle desde os idos de 2012 e são bem profícuos na tentativa de se manter na cena da cidade.

Já são dois EPS, “No Sheer Force of Will” (2012) e “Beg, Borrow, and Steal” (2013), um registro ao vivo de 4 músicas na KEXP FM no mesmo ano e um disco cheio em 2014 intitulado “Taste for Blood” (2014).

Como Ryan Devlin (vocais e guitarra), Kim West (vocais, sintetizador, orgão e piano), Mike Kalnoky (guitarra e vocais), Nick Krivchenia (bateria e percussão) e Jim Vermillion (baixo e vocais) vivem numa localidade acostumada com coisa nova e rodeada de gente enturmada no underground americano é óbvio que se torna mais encorajador prosseguir e desde setembro lançaram o segundo álbum chamado “Hot Candy” agorinha mesmo em outubro.

Para celebrar o novo disco e divulgar o trabalho eles voltaram à KEXP, a estação de rádio local mais global que existe ao redor deste planeta, e fizeram uma pequena e interessante apresentação ao vivo.

O som, misto de rock vintage, pop rock e um blues rock escondido ali e aqui envolvido por certa psicodelia contida, está mais pungente do que na primeira impressão de três anos no mesmo estúdio da rádio da terra do Nirvana, mas a vivacidade consegue ser mais espontânea ainda e a conversa se fixou entre o processo de criação e a vida após o segundo trabalho publicado.

O disco teve produção de Cameron Spies e da própria banda, além da mixagem de John Askew. Os trabalhos aconteceram no estúdio do engenheiro de som Sean Flora, em Portland e finalização na Wizard House em Seattle. Você pode adquiri-lo através do site Bandcamp (bandcamp.com)

Abaixo, fique com a apresentação completa da banda na KEXP FM de Seattle que teve quatro múscias (“Not Enough Time”, “Desiree”, “Baby Bigshot” e “In Demand”):

 

 


 

 

 

The Killers: vem aí coisa nova dos caras

Resultado de imagem para the killers

O último trabalho do The Killers foi a exatos 4 anos com o lançamento de  “Battle Born” em 2012, mas os fãs não precisam mais ficar desesperados, pois ano que vem há garantia do próprio Brandon Flowers de que um álbum será preparado.

O hiato já terá uma pequena mostra de término com a canção “I’ll Be Come Home For Christmas”, a ser incluída em single que banda disponibilizará de presente no final do ano.

Flowers informou através das redes sociais que estão trabalhando em algo novo e que nos próximos meses haverá muito mais novidades sobre a gravação de um LP completo.

Mas para a ansiedade ficar ainda maior ele explicou que já no início do ano que vem termos nova música rodando por aí. Não deu data, não mencionou nome, mas só o indício já é motivo suficiente para a internet enlouquecer.

Fique com um top 5 de músicas antigas da banda para matar saudade até lá.

Mr. Britghtside

 


 

Somebody Told Me

 

 


 

When You Were Young

 


 

Shot At The Night

 


 

Human