1º semestre com Slowdive; 2º semestre com Sigur Rós

Já se sabe há algum tempo que o Slowdive, banda expoente do shoegaze britânico, voltou à ativa e agora até single “Star Roving” novinho em folha está rolando por aí. Mas o mais maravilhoso ainda estava por vir e virou realidade.

Está marcado para 14 de maio a apresentação do grupo que foi inventado em 1989 na histórica cidade de Reading, na Inglaterra. O evento acontece dentro do Fetival Balaclava 2017, que sequer tem o restante do line up e já se tornou incrível e mais relevante do que muita coisa monstruosa por aí.

Além do Slowdive só há a confirmação dos brasileiros do E a Terra Nunca me Pareceu tão Distante que fazem um som experimental e instrumental que pode agradar aos fãs do grupo inglês que se notabilizou pela ambientação densa e cheias de sonoridades calmas e vocais hipnóticos.

Dessa forma, o primeiro semestre que já teve um montão de shows legais acontecendo ali e acolá continua em alta. Mas o que podemos dizer do segundo semestre?

Bem, se ainda não há muita informação sobre Popload Festival, grande evento indie da última metade do ano aqui em Sampa, há um alento promovido pelos próprios produtores da atividade que ampliou sua relevância ainda mais ano passado com os shows de Wilco e The Libertines.

Foi confirmado agora há poucos minutos um Popload Gig especial com a banda islandesa Sigur Rós, referência do experimentalismo dentro do rock atual e uma das mais deliciosas e esquisitas do cenário indie.

O evento acontecerá em show único no Espaço das Américas no dia 29 de Novembro. Portanto, eles voltam ao país 16 anos depois de terem tocado no finado Free Jazz Festival.

Deste modo, a banda de Jónsi Birgisson, diretamente dos buracos mais profundos e frios de Reykjavík pode promover um final de ano muito bom para a cena musical no país que normalmente desengrena nessa época dos dois últimos meses do ano.
Sendo assim, a expectativa de que para além dos festivais com os mesmos nomes de sempre e os blockbusters musicais nos estádios sejam duas atrações bastantes interessantes em dois períodos diferentes neste 2017.


Slowdive – Star Roving


Sigur Rós – Óveður


Anúncios

Quanto custa um político no Brasil

Imagem relacionada

Essa pergunta sempre vem seguida de uma resposta indignada ou mesmo de um palavrão, mas o importante mesmo é parar para pensar: quanto custa de fato um parlamentar num país como o nosso?

Primeiramente, é necessário indagarmos se todos os zeros estão sendo colocados na somatória geral e eles não são muito bons com subtração (excetuando quando pensam nos nossos bolsos).

Além disso, os gastos com os políticos brasileiros ultrapassam PIBs de alguns países, incluem tratamentos que nem os mais ricos dispensam com tanta empolgação e ainda promovem discrepâncias entre o que eles ganham e o restante quase que total da população.

O vídeo a seguir tem como autores uma organização chamada Spotiniks e são mencionados durante sua exibição dados oficiais. Portanto, não há chute nem elevação descabida dos números sobre os absurdos salários e privilégios recebidos pelos deputados e senadores deste país.

E tão importante quanto isso é demonstrar que eles são uma espécie de abençoados que possui uma vida totalmente fora da realidade do trabalhador brasileiro comum e até mesmo de outros servidores públicos que em sua imensa maioria tiveram que realizar concursos para poder desempenhar seu trabalhos nos mais variados cargos pelo Brasil afora.

Os políticos são eleitos e, dessa forma, nem têm necessidade de uma formação mínima para assumir seus cargos, não há necessidade de provar nenhuma habilidade e ainda podem contar com aposentadorias polpudas após apenas 8 anos de serviços (mal) prestados.

E olha que nem estamos tocando no assunto da corrupção que piora ainda mais este estado de coisas. Estamos, isso sim, falando da sacanagem liberada pela lei e pelas benesses aprovadas por eles próprios.

Num período em que se discute no governo táticas canalhas para tirar dos trabalhadores direitos previstos na Constituição para os protegerem e quando se fala na absurda tentativa do mesmo governo em dificultar a aposentadoria do cidadão comum é importante que informações assim tomem as redes sociais e coloquem todo mundo para pensar e, quem sabe, agir também!