Chegou o grande dia: O Blog anuncia o Top 20 de álbuns do ano

Resultado de imagem para play

Todo ano é assim: muita correria, esforço concentrado para realizar as coisas com bastante tempo de sobra, mas nunca isso é viável por conta dos outros afazeres diários.

No que tange ao contato com outras listas o Blog verificou que alguns pontos confluem, porém visualiza que há discrepância em outros aspectos por causa exatamente das fontes mais utilizadas para procurar por música no ano de 2016.

Enquanto nos anos anteriores a busca em internet acabava sendo o ponto forte de nossa pesquisa houve um fator qualificador para agora, pois há a implementação de outros canais de análise de música independente mais análogos aos nossos gostos.

A inclusão do site e do aplicativo da Bandcamp para procura de novas bandas e artista ao redor do mundo facilitou muito nossa empreitada e a adição de muitas horas de audição da KEXP FM de Seattle (umas das favoritas emissoras da casa), da BBC Radio 1 de Londres, da australiana Triple J, das minuciosas garimpagens na Pitchfork e na fuçada constante em publicações como NME, Spin e Rolling Stone, além da pesquisa diária por meio de palavras-chave como “shoegaze”, “Indie Rock”, “Dream Pop” ou simplesmente “Novas Bandas”.

Para isso, também foi preponderante rever listas de anos anteriores, buscar informações e comparar minhas análises com sites bacanas como “Vi Shows”, o predileto “Popload” e o interessante “Tenho Mais Discos que Amigos”.

Dessa forma, o blog acredita estar mais próximo da verdade do gosto Indie ou do universo underground enquanto também se aproxima de uma sinceridade sobre o que rolou de realmente bacana nos últimos 365 dias.

Abaixo, listamos os vinte melhores álbuns, segundo nossa opinião, e já convidamos a quem quiser que poste também a própria lista.

Com vocês, o Top 20 do Blog Outros Sons (e o melhor álbum nacional também):


20º – AURORA (All My Demons Greeting Me As A Friend)

Resultado de imagem para aurora all my demons greeting me as a friend

AURORA (Running With The Wolves)


19º – Car Seat Headrest (Teens of Denial)

Resultado de imagem para car seat headrest teens of denial

Car Seat Headrest (Drunk Drivers / Killer Whales)


18º – The Avalanches (Wildflower)

Resultado de imagem para the avalanches wildflower

The Avalanches (Frankie Sinatra) 


17º – Black Mountain (IV)

Resultado de imagem para black mountain iv

Black Mountain (Mother of the Sun)


16º – Daughter (Not To Disappear)

Resultado de imagem para daughter not to disappear

Daughter (How)


15º – Deep Sea Diver (Secrets)

Resultado de imagem para deep sea diver secrets

Deep Sea Diver (Wide Awake)


14º – Poliça (United Crushers)

Resultado de imagem para poliça united crushers

Poliça (Wedding)


13º – Frankie Cosmos (Next Thing)

Resultado de imagem para frankie cosmos next thing

Frankie Cosmos (Outside With The Cuties)


12º – Leonard Cohen (You Want It Darker)

Resultado de imagem para leonard cohen you want it darker

Leonard Cohen (You Want It Darker)


11º – The Kills (Ash & Ice)

Resultado de imagem para the kills ash and ice

The Kills (Doing It To Death)


10º – Wilco (Schmilco)

Resultado de imagem para wilco schmilco

Wilco (Someone To Lose)


9º – Iggy Pop (Post Pop Depression)

Resultado de imagem para iggy pop post pop depression

Iggy Pop (Post Pop Depression)


8º – Savages (Adore Life)

Resultado de imagem para savages adore life

Savages (Adore)


7º – Warpaint (Heads Up)

Resultado de imagem para warpaint heads up

Warpaint (New Song)


6º – David Bowie (Blackstar)

Imagem relacionada

David Bowie (Blackstar)


5º – Nick Cave & The Bad Seeds (Skeleton Tree)

Resultado de imagem para nick cave skeleton tree

Nick Cave & The Bad Seeds (Magneto)


4º – P.J. Harvey (The Hope Six Demolition Project)

Resultado de imagem para pj harvey the six demolition project

P.J. Harvey (The Ministry Of Defence)


3º – Solange (A Seat At The Table)

Resultado de imagem para solange a seat at the table

Solange (Cranes In The Sky)


2º – Angel Olsen (MyWoman)

Resultado de imagem para angel olsen my woman

Angel Olsen (Shut Up Kiss Me)


1º – Swans (The Glowing Man)

Resultado de imagem para the swans the glowing man

Swans (The Glowing Man)


Menções honrosas: 

Slaves (Take Control); Parquet Courts (Human Performance); Smokey Brights (Hot Candy); Deap Vally (Femejism); Acapulco Lips (Acapulco Lips)


Melhor Álbum Nacional:

INKY (Animalia)

Resultado de imagem para inky banda animalia

INKY (Parallax)


Anúncios

Listinha rápida para acompanhar o Glastonbury 2016

 

O gigantesco festival já iniciou ontem (com os artistas de maior peso começando amanhã) e para termos uma ideia legal do tamanho da bagaça o blog disponibiliza logo abaixo o cronograma das principais atrações da programação geral do evento.

Para maiores informações sobre os palcos e como assistir aos shoes via internet acesse o site oficial: http://www.glastonburyfestivals.co.uk/

 


 

Sexta-feira – 24 de junho 

 

Muse  (Pyramid Stage)

(Horário: 22 horas)


The Lumineers (Other Stage)

(Horário: 16 horas)

 


Sábado – 25 de Junho 

Adele (Pyramid Stage)

(Horário: 22h15)


 (John Peel Stage)

(Horário: 16h40)

 


 

Domingo – 25 de Junho

Beck (Pyramid Stage)

(Horário: 19h15)


LCD Soundsystem (Other Stage)

(Horário: 21h45)

 


 

Outras Atrações

Savages (The Park Stage – Sábado – Horário: 21h30)

Underworld (West Holts Stage – Sexta – Horário: 22h15)

Band of Horses (John Peel Stage – Domingo – Horário: 17h30)

Chvrches (The Other Stage – Sábado – Horário: 20h45)

AURORA (John Peel Stage – Sexta – Horário: 15h30)

*** Todos os horários pelo fuso de Londres ***

 

Mais um pouco de Bowie não faz mal a ninguém

Desde a triste notícia do dia 10 de janeiro de 2016 o mundo não tem sido mais o mesmo.

Mas como sempre há algo produtivo para se tirar das situações ocorridas na vida também a morte de Bowie não deixa de ser mais um destes aprendizados.

Poesias fuleiras à parte, o caso é que o astro britânico sempre foi um dos artistas mais revisitados ao redor da Terra desde os anos 70 e após seu falecimento a quantidade de covers só aumentou.

Até adaptações que não eram nem tão conhecidas começaram a aparecer por aí.

Um bom exemplo é a versão linda, gélida e de uma profundidade tocante de “Life on Mars” cantada por AURORA, a menina norueguesa da qual falamos aqui mesmo semana passada.

Tudo bem que a canção não é inédita entre aquelas tocadas por outros artistas, mas somente o fato de a garota ter acentuado seu sotaque nórdico durante a música já vale a pena. Vale não só a pena, chega a arrepiar.

O cover já não é tão novo assim, tendo sido apresentado em shows da revelação norueguesa em 2015, mas agora ganhou notoriedade com sua inclusão em um dos episódios da 3ª Temporada de Girls.

Life on Mars – AURORA

 


 

Ainda há mais de “Life on Mars”.

Chris Martin, vocalista do Coldplay, em sua recente passagem pelo programa de Jimmy Fallon, deixou gravado um registro junto com o apresentador ainda nos camarins, do grande clássico de Bowie.

O vocalista preferiu ficar apenas com o piano para que Fallon fizesse as vezes de cantor.

Até sobrou uma palhinha para Captain Kirk Douglas, guitarrista do The Roots, tocar o solo da obra.

Life on Mars – Jimmy Fallon & Chris Martin

 


 

Por fim, sabemos que há covers que só foram produzidos justamente para homenagear a memória do camaleão, porém há outras situações como a de Jeff Tweedy.

O caso dele é emblemático, não só pela qualidade, mas também pela oportunidade que ele promove.

A mente por trás do Wilco sempre tocou obras de David Bowie em suas apresentações com ou sem sua banda e recentemente havia reeditado “All the Young Dudes” e “Space Oddity”, mas desta vez preferiu utilizar uma convidada especial.

Jeff, seu filho Spencer e a banda aproveitaram um dos shows na Austrália para chamar para uma participação especial Courtney Barnett. Juntos cantaram “Queen Bitch”.

Desta ação, infelizmente, não temos nenhum registro em vídeo, mas quando houver será interessante ver o resultado. Parece até que sairá algo em estúdio, Vamos ver!

E para não ficarmos apenas com a imaginação coloco abaixo a versão ao vivo de Bowie com o parça Lou Reed fazendo o clássico ressoar em nossos corações.

 

Queen Bitch – David Bowie & Lou Reed

 


 

 

Lançamentos: Aurora é aposta certa!

 

 

Aurora Aksnes é nova de tudo (nasceu em 15 de junho de 1996), mas já passou a ser conhecida apenas pelo nome artístico estilizado AURORA (sim! Todo em letras maiúsculas).

A menina é uma cantora e compositora nascida em Bergen, da altamente musical Noruega e já vem fazendo críticos e indies inveterados prestarem atenção ao seu trabalho desde o EP de estréia “Running With The Wolves”, lançado pela gravadora Decca Records em maio de 2015.

Desde lá, já recebe aprovação de blogueiros especializado em música e curiosos da área, mas também são da imprensa alguns dos bons argumentos a seu favor como a linda voz e o timing perfeito de suas músicas.

Outra qualidade da cantora é sua capacidade de realizar ótimas versões de canções de outros artistas. Recentemente gravou um cover de “Half The World Away”, do Oasis, para uma propaganda da lojas de departamentos inglesa John Lewis e houve um cover da música “Nature Boy” de Nat King Cole.

Aliás, essa diversidade na escolha de suas interpretações também gera boa expectativa em torno de sua carreira, pois em todos os gêneros em que se meteu parece ter se dado bem.

Até Katy Perry a ajudou ao dizer que havia gostado de uma de suas músicas, mas é a sua lembrança e herança musical que parece mais auxilia-la, pois o fato de ter ficado fascinada pela descoberta de um piano no sótão de sua casa e ter se apoderado de seus sons fez com que a empolgasse para fazer da música seu futuro.

Os pais de Aurora nunca a incentivaram a buscar a música como carreira ou hobby, mas o simples incentivo a crescer junto a este universo fez com que ela tivesse ciência do que de fato queria para si.

A citação de compositores renomados como Leonard Cohen e Bob Dylan e o estilo semelhante ao de Björk podem se alterar conforme Aurora vá evoluindo na indústria, mas pelo menos serve de base forte para este começo estrondoso.

Sim, ela é bastante madura para idade, mas o fato de tocar piano a tanto tempo e de compor desde os nove anos facilita o argumento de que a menina seja um prodígio.

Ela mesma diz que “música pra mim é a melhor maneira de sentir qualquer coisa. Nós somos muito medrosos para sentir, principalmente se for um sentimento triste” o que dá certa noção de como a moça se comporta perante o universo que se enche a sua volta.

No que diz respeito ao álbum de estreia, “All My Demons Greeting Me As A Friend”, a própria artista comenta que esse nome se refere à parte mais obscura que as pessoas possuem, mas que têm medo de revelar. “Meu álbum fala principalmente sobre como experiências ruins do passado podem se tornar boas memórias”.

Para isso, faixas como a explosiva “Running With The Wolves” (que já foi até usada na série Teen Wolf), o single “Conqueror”, “Warrior”, “Lucky” e “Home” podem significar não apenas um ambiente ideal para refletir a vida, mas também funciona muito bem como um dream pop de produção perfeita e limpa ao mesmo tempo em que possui a densidade necessária para viajarmos nessas e nas restantes do álbum.

Até um cover de “Life On Mars” de David Bowie faz parte da nova temporada de “Girls”.

Isso tudo quer dizer que, mesmo dizendo não ligar muito para isso, Aurora pode ser o grande boom deste ano de 2016. O blog e mais um caminhão de outras pessoas apostam nisso.


Curiosidade sobre Aurora retirados do Wikipedia

  • Aurora coleciona insetos mortos, porém não os mata;
  • Seus insetos preferidos são mariposas;
  • Aurora nomeou uma de suas mariposas como “Nightcrawler”, que também é o nome de um filme;
  • Adora ler;
  • É parte albina;
  • Aurora intitulou seus fãs como “Warriors”;
  • Seus livros preferidos são as sagas “Harry Potter”, ” Jogos Vorazes” e “O Senhor Dos Anéis”;
  • Ela ama a natureza;
  • Suas irmãs a chamam carinhosamente de Aura;
  • Gosta do clima frio de sua terra natal;
  • Teve um balão chamado “Machesto”;
  • Seu lugar preferido é o estúdio onde grava suas músicas;
  • Seu nome deriva de um fenômeno astronômico, quando a Lua sede lugar aos raios de Sol – o amanhecer;
  • Tem duas irmãs mais velhas que se chamam Miranda Aksnes e Viktoria Aksnes;
  • Gosta de química, física e matemática;
  • Ela gostaria de ir a algum planeta onde pudesse ser possível voar;
  • É fã de “Star Wars”;
  • Seu personagem é preferido é Sam, de “O Senhor Dos Anéis”;
  • Aurora adoraria morar em uma montanha, onde tomaria chá e escreveria suas estórias;
  • É dançarina de jazz e ballet;
  • A música “Runaway” expressa a nostalgia que Aurora sente ao voltar para casa;
  • “Running With The Wolves” foi escrita com o desejo de que as pessoas se dispersem de seus meios eletrônicos e aproveitem a natureza;
  • “I Had A Dream” foi uma canção que Aurora que escreveu para um mendigo que viu na rua e ela se sentiu sensibilizada com a situação dele;
  • Sua música preferida do seu álbum de estréia é “Murder Song (5, 4, 3, 2, 1)”;
  • Muitas vezes, Aurora é vista como “a garota com o demônio nos dedos” por sempre usá-los para contar suas histórias.


“All My Demons Greeting Me As A Friend”

Runaway

Conqueror

Running With Wolves

Lucky

Winter Bird

I Went Too Far

Through The Eyes Of A Child

Warrior

Murder Song (5, 4, 3, 2, 1)

Home

Under The Water

Black Water Lilies

Half The World Away (Oasis Cover)

Murder Song (5, 4, 3, 2, 1) – Acoustic Version

Nature Boy (Nat King Cole Cover)

Wisdom Cries

Running With The Wolves [Pablo Nouvelle Remix]


Runaway

 


 

Running With The Wolves

 


 

Conqueror