O outro lado da internet

Da Coluna de Ethevaldo Siqueira da Rádio CBN:

 
Na coluna eletrônica do especialista em novas tecnologias da Rádio CBN há um debate sobre algumas opiniões de pessoas ligadas à internet ou à informática em geral sobre a importância desse mecanismo em nossas vidas.
Além disso, ele questiona se a internet, ao facilitar nossas vidas na procura por novas informações e por pesquisas rápidas, não nos emburrece. Interessante a opinião de algumas pessoas que, mesmo ligas a esse mundo da WEB, consideram que o nosso distanciamento dos livros e das informações tateadas pausadamente e com reflexão pode nos deixar pessoas desleixadas e desorientadas num futuro próximo.
A coluna completa está no link abaixo:
 
<iframe src=’http://www.cbn.com.br/Player/player.htm?audio=2009%2Fcolunas%2Fdigital_091218&OAS_sitepage=cbn/comentarios/ethevaldosiqueira&#8217; width=’475′ height=’193′ marginheight=’0′ marginwidth=’0′ frameborder=’0′ scrolling=’no’ bgcolor=’#CCCCCC’/></iframe>
 
Dhiancarlo Miranda
 
 

Mapa da WEB

Do Blog da Redação do UOL:
 

Mesmo com o forte crescimento do Facebook em todo o mundo, que já alcança 350 milhões de usuários, no Brasil o Orkut permanece como a rede social favorita entre os internautas.

 

Os dados são do Alexa, serviço de informações sobre tráfego da Internet, e do Google Trends: eles foram reunidos num mapa interativo feito pelo blogueiro italiano Vincenzo Consenza, que mostra todas as redes sociais utilizadas no mundo.

 
Nota do Blog:
 
É fato que alguns mecanismos utilizados por pessoas do mundo todo na internet não pegam no Brasil. O My Space é um caso em que mesmo com toda sua fama estadunidense não emplacou em nosso país. Por outro lado, o crescimento do Facebook, a febre do Twitter e o estabelecimento ad-eterno do Orkut mostram que o brasileiro está entre os maiores consumidores da internet no mundo.
Mas, não é só de sites de relacionamento que as pessoas brasileiras vivem. Também há muita informação sendo buscada pela internet segundo a segundo. Vê-se cada vez mais emissoras de rádio ou TV, agências de notícias e periódicos nacionais tendo espaço considerável na web procurando um consumidor que não possui tempo para visualizar novos fatos com maior calma. A inclusão da internet e de informações pelo celular também auxilia nessa nova tendência.
Portanto, a internet brasileira ainda possui espaço para crescer e se expandir de diversas formas. Espera-se que esse crescimento venha ao encontro das necessidades educacionais de um país que ainda demonstra um buraco imenso cheio de pessoas desatualizadas e desinformadas. Será que a internet pode sanar isto?
 
Dhiancarlo Miranda

Poesia

O significado das coisas

Saltitante é o perigo que habita o limiar de uma era atrás
E a fama conquistada por outrem já lhe satisfaz.
Pernoitar ao luar fascinante já reduz o âmago de qualquer criatura
Por mais que se pareça com qualquer coisa aguda.

Sinistras canções tocam no seu ouvido
Entre outras paixões reluzentes.
A vida se transforma em chamuscadas idéias
Enquanto o tato se torna algo quente.

Paraísos infames formulam perguntas de consciência e de febre
Surrupiando a negra calma dos presos perpétuos,
Já que o inferno sorrateiro se avizinha ao pecador alegre
Nada mais assombra os erros supérfluos.

Sinistras canções tocam no seu ouvido
Entre outras paixões reluzentes.
A vida se transforma em chamuscadas idéias
Enquanto o tato se torna algo quente.

Existe plano após a morte?
Haverá contingente pleno nessa posse?
Só o tempo nos conduz,
Seja lá para onde aponta a luz.

Sinistras canções tocam no seu ouvido
Entre outras paixões reluzentes.
A vida se transforma em chamuscadas idéias
Enquanto o tato se torna algo quente.

Dhiancarlo Miranda

Avatar não supera “O Senhor dos Anéis”

Da Folha On Line:
 

"Avatar" tem boa estreia, mas não bate "O Senhor dos Anéis"

 

O filme "Avatar" arrecadou US$ 27 milhões (cerca de R$ 47,79 milhões) em seu primeiro dia de exibição nos cinemas nos Estados Unidos, segundo a "Variety", especializada em cinema.

Apesar do bom resultado, o filme ficou atrás de "Eu Sou a Lenda" (US$ 30,1 milhões) entre as maiores bilheterias de filmes que estrearam em sextas-feiras de dezembro.

A maior bilheteria de estreia de um filme foi a de "O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei" (US$ 34,5 milhões), que começou a ser exibido numa quarta-feira.

Os resultados de "Avatar" podem ter sido prejudicados por tempestades de neve que ocorreram na costa leste dos Estados Unidos, segundo a "Variety".

A publicação diz que, assim como "Titanic", que arrecadou US$ 8,7 milhões em sua estreia, o novo filme de James Cameron deve crescer com a "propaganda boca a boca".

 
Nota do Blog:
 
Ainda não assisti ao filme, portanto não opinarei sobre o seu conteúdo. Entretanto, parece-me que o filme terá vida longa nos cinemas. Essa notícia de que houve problemas com as tempestades que assolam o país americano, poderá ter ecos com os problemas enfrentados pelos paulistanos que não conseguiram nestes últimos dias sair de casa no início da noite por conta das chuvas e dos inúmeros pontos de alagamento. Ironia do destino ou constatação de que a tão anunciada crise climática que parece tomar conta do planeta pode atrapalhar planos de filmes que falam (mesmo que veladamente) sobre as consequências desse problema num futuro desanimador.
Se o futuro é desanimador o presente pode ser sensacional para os produtores do filme, pois ele, com certeza crescerá com a propaganda em TV e avaliação dos espectadores que assistem e depois passam a informação na base do boca-a-boca.
 
Dhiancarlo Miranda
 

Contagem Regressiva para LOST

Da Folha On Line:
 
"Lost" cria estratégia para evitar vazamento de segredos
 

LÚCIA VALENTIM RODRIGUES


Na ida, o voo para o Havaí tem duas escalas: Miami e Los Angeles. A pequena turbulência faz pensar no que aconteceria se o avião partisse ao meio e caísse numa ilha nem tão deserta quanto se poderia imaginar. Aconteceu em "Lost". Poderia acontecer de novo…

Há cinco anos, Carlton Cuse e Damon Lindelof imaginaram a história desses náufragos que se veem na encrenca de ter de sobreviver fora da civilização no estilo de "Survivor".
 
A série voltava no tempo para contar quem eram aquelas pessoas. Ao final da primeira leva de episódios, tinha-se uma vaga ideia do grupo principal. Na segunda temporada, o que era verdade virava do avesso.
 
Ano a ano, a trama foi ficando mais complicada, com viagens no tempo e outras fantasias. A audiência caiu dos 20 milhões iniciais para a metade. Mas esse público é fiel e não vê a hora de a sexta e última temporada estrear. O martírio tem data para recomeçar: 2 de fevereiro nos EUA e uma semana depois no Brasil, no canal AXN. É o menor atraso com relação à exibição americana da história. A internet está à espreita.  
 
Dias atuais. Imprensa internacional se reúne num hotel de luxo no Havaí para falar com os atores principais da série. Os que interpretam Juliet e Charlie não estão na lista. Talvez porque ela já tenha um novo emprego em "V"; e ele, em "FlashForward". Aparentemente morreram de vez. Será? Em "Lost", isso nunca é claro. Ou, como Charlie confunde Hurley na série: "Estou morto, mas também estou aqui".
 
 
Cuidado
 
Estas duas páginas sobre o seriado vão entregar algumas surpresas. Então, se você não gosta de "spoilers", melhor parar de ler, guardar o texto e só voltar em fevereiro. Ou maio, quando o final for ao ar, encerrando de vez o sofrimento dos aficionados.
 
Os produtores sabem bem como é difícil manter guardados os segredos. Por isso criaram um esquema pesado. Os atores só recebem os roteiros das gravações com dois dias de antecedência e devem buscá-los pessoalmente. Nada de coisas pelo correio ou por e-mail. Cada trailer é equipado com um picotador de papel. "Todos sabem que não é para pôr nada no lixo", conta a produtora Jean Higgins. "E cada roteiro tem uma marca d’água. Se vazar, vamos saber quem foi." Filmar numa ilha ajuda a proteger os segredos pelo isolamento. Enquanto seguimos para um dos sets de filmagem, no norte do Havaí, não há nada no GPS do carro. Apenas a rodovia. Já em Los Angeles, uma gravação curta para a promoção da estreia foi parar imediatamente no Twitter e em blogs.
 
Mesmo as cenas internas são feitas agora em estúdio no próprio Havaí. Mas a proximidade com o mar também pode causar problemas. Parte do cenário teve de ser retirada no começo da temporada de surfe neste mês. Ondas de oito a 11 metros de altura, equivalentes a um prédio de cinco andares, ameaçavam engolir pedaços ainda necessários para a trama.
 
O último episódio ainda está sendo escrito e deve permanecer só "em algumas cabeças", segundo Higgins.
O diretor criativo, Jack Bender, sabe a história por inteiro: "Nenhum ator conhece o fim. Talvez para onde vai seu personagem. Está bem assim. Meu trabalho é fazer com que saibam o suficiente para ir na direção certa."
 
O ator Terry O’Quinn, o Locke, tem pistas. Vestido de preto, como seu personagem no final da quinta temporada, diz que foi difícil aceitar que tinha morrido. "Não sei quem sou agora. Mas, com certeza, é outro cara, com outros propósitos."
Diz que não tem respostas. "Sempre pensei que os criadores estava jogando bolas ao alto. Muitas bolas. É bom eles serem rápidos e pegarem um bom número delas antes que caiam. Ou alguém vai ter problemas."
Bender conta que eles "sabiam desde o começo aonde estavam indo, mas o caminho foi se cristalizando ao longo dos anos". "Todas as questões importantes serão explicadas. Não vai ser um sonho do Hurley ou uma trama da CIA. Tampouco estarão todos mortos. As respostas serão complexas como o seriado tem sido desde o início. E, como a vida, algumas respostas terão mistérios. Mas não vamos deixar coisas para retomar num filme em sequência. Não está nos planos."
Higgins também não descarta fazer algumas cenas falsas para despistar. "Já fizemos isso em outras ocasiões", diz, enigmática. O segredo é a alma do sucesso.
 
 
Nota do Blog:
 
É esquisito quando piçamos notícias de LOST da imprensa não especializada. Eles não entendem tão bem a mitologia da série e, portanto, não conseguem transmitir as informações de maneira adequada aos fãs. Tirando isso, as novas informações dão conta de que haverá muito mais segredo até o início da temporada em 02 de fevereiro.
Fica claro que a estratégia de realizar várias filmagens também confundirá todo mundo e poderá haver muita especulação furada até o episódo final. Tomara que esta temporada nos deixe com o queixo caído.
 
Dhiancarlo Miranda