The Underground Youth mostra mais uma canção à espera do novo álbum

 

“Montage Images of Lust & Fear” é o nome do próximo álbum do The Underground Youth que sairá dia 29 de Março para todo o mundo pelo selo Fuzz Club Records.

 

O trabalho é o nono disco da banda britânica e sucede “What Kind of Dystopian Hellhole is This?”

 

Por meio de Craig Dyer (vocalista) já sabemos que o álbum discutirá muito sobre o papel das mídias sociais nos dias atuais e toda a sucessão de sentimentos que isso promove em nossas mentes e corações.

 

A ideia, segundo o líder do grupo, é que o disco seja uma montagem que lida com temas como luxuria, medo, egoísmo e solidão em cada uma das nove faixas.

 

Deste novo trabalho no qual todos os seus integrantes participam do processo criativo de composição a banda já apresentou com certa antecipação as canções “Last Exit to Nowhere”, “The Death of The Author” e aproveita esse tempinho antes do lançamento mundial do disco para mostrar mais uma música. Ela se chama “I Can’t Resist”.

 

Ouça esse novo tema logo aqui abaixo:

 

 


 

“Montage Images of Lust & Fear”

 

 

01. Sins

02. Last Exit To Nowhere

03. The Death Of The Author

04. This Is But A Dream
05. Too Innocent To Be True
06. Blind
07. Blind II
08. I Can’t Resist
09. This Anaesthetised

 

Anúncios

Novo som do Tame Impala já está na área

Resultado de imagem para tame impala patience

 

São quatro anos desde o lançamento de “Currents” causar muito barulho, revolta e outros sentimentos (depende se você gostou ou não da guinada dada pelo som dos caras). Um pouco menor é o tempo sem shows deles ao redor do mundo.

 

Pois eis que a banda australiana Tame Impala tomou a internet de surpresa nesta manhã de sexta-feira (22) para nos apresentar “Patience”, nova canção da trupe de Kevin Parker.

 

O próprio vocalista e guitarrista citou em suas redes sociais que o novo álbum está previsto ainda para 2019, porém nenhum detalhe a mais foi divulgado a respeito.

 

Mesmo assim, saber neste momento que temos entre nós coisa nova deles é motivo suficiente para apreciarmos e agradecermos por um início de final de semana desses.

 

Veja abaixo o vídeo de Patience:

 

 


 

 

 

Show de Rock mesmo é Sandy & Junior

Resultado de imagem para sandy e junior

 

Sim, o título acima é uma provocação. Não se trata nem de uma verdade absoluta e nem de questão estática, mas ainda assim tem a ver um pouco com estatística já que trabalhamos com números.

 

Desde o final dos anos 70 com o advento do Punk que se fala em morte do rock. E olha que estávamos falando de uma vertente do estilo que, pelo contrário, o impulsionou.

 

Nos anos 90 veio a música eletrônica mais popular através do “poperou” e novamente veio gente falar sobre o passamento do velho rock. Mais além e muitas outras de que ele estava, no mínimo, sufocado.

 

A questão básica aqui é que já faz muito tempo que o rock respira por aparelhos no que diz respeito a um produto do meio cultural mundial relevante o suficiente para ser chamado de cena empolgante.

 

A própria manifestação coletiva em torno dos festivais desde os anos 90 é prova disso: pra se encher um estádio, ou um parque, ou qualquer outro lugar relativamente grande é necessário colocar no line-up dezenas e dezenas de atrações roqueiras para que centenas de milhares de pessoas se sujeitem a pagar parte de seu salário para ficar amassado por algumas horas a milhares de quilômetros do palco.

 

Listas como a Billboard, premiações como o Grammy e programas e canais voltados à música quase nunca se prestam ao serviço de tocar algo minimamente aceito como rock. E a tendência é piorar mais e mais a cada vez que tentarem jogar goela nossa abaixo uma porcaria como Greta van Fleet como salvação da lavoura.

 

Desse modo, o que temos acompanhado nos últimos anos é uma cena rock sendo considerada quase que um nicho pequeno (relevante, por causa do fandom) e sem muita perspectiva de voltar a ser o gigante que já o foi.

 

O exemplo do título é interessante porque um grupo musical que não tem coisa nova saindo há tanto tempo, sem praticamente qualquer propaganda muito prévia sendo feita e com carreiras tão distintas nos dias atuais como Sandy & Junior terem uma espera de quase 400 mil pessoas para poder comprar um ingresso para um show único num estádio (até o término deste texto já foram confirmados shows extras) é de fazer inveja para qualquer rocker contemporâneo.

 

Há quem destoe desta exceção roqueira hoje em dia? Claro que sim, mas continua sendo uma mera exceção, pois U2, Roger Waters, Rolling Stones e os outros poucos exemplos que poderia citar aqui são quase nada perto da insana procura por tudo o que se relaciona com K-Pop, por exemplo.

 

Sendo assim, resta dizer que isso não significa o fim do rock como música ou mesmo como estilo, e as rádios universitárias ao redor do globo provam isso, os festivais já citados acabam por dar sopro de vida a essa galera que, como eu, ainda garimpam coisa nova todo dia na internet e nos aplicativos e fóruns por aí, mas que é preciso falar a verdade para que ninguém se ache com ar superior quando tentar provar que há expressividade quantitativa no rock a um fã de funk, por exemplo.

 

Isso é imprescindível, sem dúvida, e um choque de realidade a quem (o rock) um dia foi rei no mundo musical.

 


 

Metallica: apresentação celeberará 20 anos de S&M

Imagem relacionada

 

O Metallica anunciou ontem que fará um show comemorativo em homenagem aos 20 anos de lançamento do álbum S&M.

 

O disco que só foi lançado graças à parceria da banda californiana com a Orquestra Sinfônica de San Francisco teve sucesso estrondoso e apresentações ao vivo ocorreram em alguns locais ao redor do planeta no distante ano de 1999.

 

Agora, passado tanto tempo depois, a reunião acontecerá, segundo informou o site do grupo, em apresentação única no Chase Center, casa do Golden State Warriors que, na ocasião, estreará uma nova arena para shows dessa envergadura.

 

Pela nota lançada o novo show terá o criativo nome de S&M2 e, fora os hits antigos, novas canções podem ser incluídas no set list.

 

A venda dos Tickets para a grandiosa apresentação terá início na próxima sexta-feira, 22, através do site da nova arena.

 


 

Horários do Lolla BR 2019 são divulgados

 

A produção do Lollapalooza Brasil 2019 soltou a divulgação sobre os palcos e os horários de todos os shows deste ano.

Serão mais de 10 horas de atrações em cada palco, na média, e quatro palcos para serem divididas as apresentações.

Com ênfase nos artistas do final da noite e tendo um intervalo médio de 45 minutos de um show para outro em cada local espera-se sempre que haja um empecilho para os fãs acompanharem todas bandas favoritas em cada um dos três dias de festival.

O Lollapalooza Brasil 2019 acontece de 05 a 07 de abril no autódromo de Interlagos em São Paulo. Os ingressos ainda podem ser adquiridos através do site ticketsforfun.com.br.

 


 

Dick Dale, lenda da surf music, morre aos 81

 

Morreu neste domingo, 17, Richard Anthony Monsour, mais conhecido como a lenda da Surf Music mundial Dick Dale.

 

O artista tinha 81 anos e sofria com problemas nos rins, tendo sido diagnosticado com câncer já há algum tempo, além de dores constantes na coluna, algo que não impediu o cantor de continuar a fazer turnês até pouco tempo atrás.

 

Dono de um estilo inconfundível de tocar guitarra através de dedilhados incessantes e milimétricos, Dick Dale iniciou carreira com a banda Del-Tones, mas ganhou notoriedade com a carreira solo.

 

O inconfundível peso da canção “Misirlou”, de 1962, que depois ganhou nova força com a utilização por Quentin Tarantino para a trilha sonora de Pulp Fiction e que foi sampleada pelo Black Eye Peas é o ponto alto da discografia do americano, mas sua pegada sessentista serviu de base para influenciar várias gerações.

 

De Beach Boys a Man Or Astroman ou dos Beatles à galera da cena psicodélica atual é difícil que não haja alguém do indie tentando fazer algo com a guitarra que não remeta ao cara.

 

Mais uma notícia ruim neste ano que não deveria nem ter começado.

 

R. I. P. Dick Dale!

 


 

Site Popload em manutenção: vem novidade sobre o festival?

D1oaL04W0AUKPCt

 

A gente sabe que a produção da Popload Festival sempre faz do anúncio de suas atrações um evento na internet e já está mais ou menos no momento do ano em que tal informação deve estar pipocando por aí.

 

Porém, o fato de que estamos nesta quinta e sexta-feira quando o próprio site da Popload enquanto plataforma destinada ao Indie está em manutenção nos sugere que algo está acontecendo.

 

Seria um blefe? Ou será que é só coincidência?

 

Portanto, aguardemos durante o dia ou esperemos o final de semana para saber mais novidades sobre o assunto.

 

Quem vem? Quem não vem? Quais as alterações (sejam elas de local ou de estrutura)?

 

Veremos!