Motorhead Rules (Música nova e presentes contra a censura)

4a15440428ae8

O Motörhead divulgou ontem via streaming sua nova música, “Crying Shame”, já disponibilizada no site YouTube.

A faixa conta com os tradicionais vocais do baixista Lemmy Kilmister, acompanhados de riffs de guitarra e do boggie de um piano ao fundo.

O som faz parte de “Aftershock”, 21º álbum de estúdio do Motörhead, que tem como data de lançamento o próximo dia 22 de outubro no Reino Unido, em CD, LP e em versões especiais de colecionador, do jeito que todo fã de metal adora.

Mas, além de chamar a atenção da imprensa por este motivo, a banda também foi notícia por uma boa ação a favor da liberdade expressão.

Na última semana, após revelar em rede social que havia sido proibido de assistir aulas em sua escola apenas por usar um agasalho com o logotipo do Motörhead, Taylor Mathes foi surpreendido pela própria banda.

Os músicos souberam da situação e decidiram apoiar o jovem, que recebeu em casa um pacote contendo uma credencial e uma camiseta da produção do Motörhead, uma cópia do CD e do DVD “The world is Ours vol. 1”, um pedaço do painel usado no palco e uma carta assinada por Lemmy, na qual o vocalista agradece pela “defesa diligente” e comemora: “fico feliz por ainda valermos a pena”.

De acordo com o próprio garoto, a direção da escola pensou que o símbolo da banda fosse ligado a alguma gangue, mas mesmo sendo proibido de entrar na escola ele garantiu que continuaria usando a blusa e “exibindo meu orgulho Motörhead todos os dias”. Esse sim é o sonho de qualquer fã, não é mesmo?

Foto postada na página da rede social de Taylor Mathes:
26-09-2013-garoto-proibido-de-assistir-aulas

Os caras do Motorhead fizeram o seguinte comentário na rede social do rapaz: “Falamos com Taylor e o apoiamos 100%. Ele é um garoto legal e estamos enviando a ele um pacote de produtos do Motörhead, para que continue a vestir sua banda favorita com orgulho! Todos nós te apoiamos, Taylor! Motörhead para sempre!”.

Depois de uma campanha de fidelização dessas fica difícil achar que (mesmo que não fosse) o Motorhead não seja a banda preferida de Taylor até o fim de seus dias.

Abaixo, veja o track list do álbum novo da banda de Lemmy:

1. Heartbreaker
2. Coup De Grace
3. Lost Woman Blues
4. End Of Time
5. Do You Believe
6. Death Machine
7. Dust And Glass
8. Going To Mexico
9. Silence When You Speak To Me
10. Crying Shame
11. Queen Of The Damned
12. Knife
13. Keep Your Powder Dry
14. Paralyzed

Escute o single “Crying Shame”

O Projeto de Madonna pela Liberdade de Expressão

20130904-news-madonna-secret-project-revolution-join-art-for-freedom-screengrabs-20

(Agência O Globo)

Num vídeo de 17 minutos a megastar tenta mostrar a necessidade do artista criar. A luta é contra a cultura do politicamente correto enfiada goela abaixo do público atual mundial, mas também não deixa de ser uma provocação aos constantes atos de censura pelo globo afora, tanto em manifestações verificadas na China, Brasil, Índia, países islâmicos quanto em ações absurdas (como o caso explícito ocorrido na Rússia com as meninas do Pussy Riot).

A cantora tenta mostrar como a liberdade de expressão é necessária para a criação da arte de uma forma geral, em todos os níveis e formas culturais.

O curta-metragem faz parte do projeto Art for Freedom que Madonna lançou e espera contribuir para a discussão através de uma plataforma na internet.

Na verdade, não podemos nem chamar apenas de um curta-metragem (está mais para uma instalação) e esse filme-evento se chama “secretprojectrevolution”. Ele foi feito em parceria com o diretor e fotógrafo Steven Klein.

Durante a première do filme de 17 minutos, Madonna faz uma cover de Between the bars, de Elliott Smith. A gravação fez parte de uma performance artística comandada pela cantora no evento de lançamento de secretprojectrevolution na galeria Gagosian, em Nova York.

A Material Girl já havia falado sobre o projeto anteriormente. “Pretendo mostrar pelo exemplo do secretprojectrevolution meu comprometimento criativo para inspirar mudanças no mundo por meio da expressão artística”. Ela completou: “Espero que meu filme e outras inscrições ao Art For Freedom sejam um chamado para ação e deem às pessoas a chance de colocar para fora sua própria expressão criativa para ajudar na luta contra a opressão, intolerância e complacência”.

Segundo o diretor, Steven Klein, o filme é uma análise de “nossas prisões privadas”. “Ele questiona o que fazemos, como fazemos e como tratamos os outros”.

Claro que o filme possui os problemas megalomaníacos da estrela (que ainda insiste no cinema e na atuação sem perceber o quanto é sofrível seu trabalho), mas não deixa de ser uma atitude louvável.

A campanha, tem ainda como meta, ser uma plataforma para dar às pessoas ao redor do mundo “a oportunidade de responder à questão: o que a liberdade significa para você?”.

Veja a seguir o filme completo:

Justin Timberlake em Pílulas

tko-justin-timberlake-09202013-600x450

Depois de uma apresentação concorrida no Rock in Rio 2013, Justin Timberlake liberou seu novo disco para streaming gratuito na internet. “The 20/20 Experience 2 of 2” já está disponível no iTunes desde a semana passada.

Ouça aqui:
http://twooftwo.justintimberlake.com/

Como o cantor ficou quase sete anos sem nenhum álbum inédito, lançou em abril deste ano a primeira parte de “The 20/20…” e agora solta o restante das novas músicas. Para quem gosta, não há nada que desanimará os fãs, para quem detesta não há nada que animará. Simples assim!

Abaixo, a nova música “TKO” do popstar, numa imagem meio rock a billie :

O Árduo Trabalho dos Professores de Educação Física

educacao_fisica

No último dia 28 de agosto foram realizadas as seletivas do Campeonato de Atletismo promovido pela Secretaria de Educação do Município de São Paulo. Sabemos de antemão como é sofrido o trabalho dos professores de Educação Física no Brasil e como a falta de estrutura, incentivo ao esporte e dificuldade de espaço atrapalham o curso de suas atividades com os alunos.

Não bastasse isso, os professores, muitas vezes, precisam fazer atividades físicas sem o menor recurso (falta material e local adequado para a prática correta dos esportes).

Mesmo em São Paulo, onde houve a criação dos CEUs (Centro de Educação Unificado) ainda há um abismo entre o que deveria acontecer e o que acontece de fato, dentro das quadras (quando há).

É por causa disso tudo relatado acima que venho neste post parabenizar os professores da EMEF Professor Rivadavia Marques Junior pelo empenho e dedicação no que diz respeito ao preparo, às ações para a inscrição dos alunos e do movimento para leva-los e traze-los dos locais de competição. Principalmente, quando se fala dos esportes olímpicos, temos a garantia a olhos nus de que não há estrutura nenhuma para trabalhar os conceitos básicos de cada modalidade.

Tenho certeza que deve doer no coração de cada professor de Educação Física presenciar uma corrida de 100 metros em que os atletas (alunos) não possuem um tênis apropriado e nem um uniforme mínimo para concorrer corretamente.

Sendo assim, fica aqui minha homenagem aos professores e professoras de educação física, antes de disponibilizar as fotos abaixo dos alunos que participaram do evento.

DSC01447

DSC01416

DSC01417

DSC01418

DSC01420

DSC01421

DSC01422

DSC01423

DSC01424

DSC01427

DSC01430

DSC01431

DSC01432

DSC01433

DSC01434

DSC01435

DSC01436

DSC01437

DSC01438

DSC01439

DSC01440

DSC01441

DSC01442

DSC01443

DSC01444

DSC01445

DSC01446

DSC01447

DSC01448

DSC01448I

DSC01449

DSC01450

DSC01452

DSC01452I

DSC01453

DSC01455

DSC01458

DSC01463

DSC01466

DSC01467

DSC01468

DSC01469

Últimos Dias para Participar do Concurso dos Contos de Terror

Terror

Já são muitos os contos recebidos para participar do Concurso de Contos de Terror da Sala de Leitura Cora Coralina da EMEF Professor Rivadavia Marques Junior, mas ainda há tempo para quem não realizou seu conto participar.

As inscrições estão abertas desde o dia 01 de setembro e vão até dia 30 de setembro.

Os prêmios são coleções de livros (todos pedidos pelos próprios alunos) e tudo irá culminar com uma atividade bacana realizada em pleno Dia das Bruxas (31 de outubro).

Não deixe para a última hora. O Concurso é uma maneira de você poder utilizar sua criatividade e fazer com que outras pessoas tenham acesso aos seus escritos.

Lembre-se: os contos devem conter elementos próprios dos gêneros de terror, suspense e mistério. Não perca esta oportunidade. Até mais!!!

Boa Leitura de Terror na Internet

NHorrorHokuto

É difícil (quase um parto) convencer crianças e jovens a acreditar na leitura como um passatempo, uma maneira de se divertir. Os procedimentos adotados na Sala de Leitura são muitos, inúmeros e a eficácia depende demais do filtro afetivo de cada um. Imaginar que só por que você fez uma pesquisa incrível sobre o Machado de Assis te dará sucesso ao falar com os alunos é, no mínimo, inocência da parte do professor.

Portanto, realizar atividades diferenciadas, gincanas, leitura compartilhada e em voz alta não é algo com garantia de retorno. É preciso ousar. E isso tem sido feito na Sala de Leitura Cora Coralina da EMEF Professor Rivadavia Marques Junior. Depois de iniciar o Projeto Sobretudo (com os ciclos de debates entre os alunos) e o concurso dos contos de terror em que há participação dos estudantes de 5ª a 8ª séries, estes ganharam um aliado para que sejam capturados mais leitores nessa teia de emoções que é a literatura.

Desde a semana passada, através da leitura compartilhada dos “Contos de Fadas Sangrentos” da escritora Rosana Rios e por meio de uma pesquisa profunda na internet, estão sendo incluídas nas aulas exibições de contos de terror que são narrados no canal de vídeos do site Youtube. De todos os que consegui analisar, dois me chamaram à atenção por terem qualidade na narração, por serem bem editados e por promoverem a imagem e o som para aclimatizar a história. São eles: Ambuplay e Fatormedo. Ambos são produzidos de forma independente e não possuem nenhum crédito de patrocínio, por exemplo. Portanto, o que dá para perceber é que são feitos na raça mesmo.

Conto “O Livro Maldito” do canal Fator Medo

Também não consegui contato com nenhum dos autores desses vídeos e, portanto, não sei dizer se são eles próprios os autores das histórias. Mesmo assim, quero deixar claro que a expectativa gerada entre os alunos para assistir aos vídeos é muito grande e estes têm alcançado o objetivo principal: aguçar a mente dos jovens para se interessarem pela leitura. O fato de estar em curso um concurso com o mesmo tema auxilia nisso e o número de inscritos para participar desta peleja tem aumentado desde então.

Conto “O Devorador” do canal Ambuplay

Desta maneira, cravar que isso se tornará numa prática corriqueira entre os meninos e meninas que não tinham interesse nenhum em leitura somente por que se empolgaram com uma ação também é gerar expectativa falsa, mas não deixa de ser uma sementinha plantada na alma leitora de cada um. E isso, com certeza, já é algo diante de todas as dificuldades enfrentadas no dia-a-dia.